Arquivo da Câmara muda de sede



Enquanto corria o recesso parlamentar, a Comissão de Restauração do A

Enquanto corria o recesso parlamentar, a Comissão de Restauração do Arquivo da Câmara, bem como a equipe empenhada na restauração dos arquivos, fizeram uma mudança que beneficiará o patrimônio cultural e a população de Macaé. No fim de janeiro, eles mudaram o arquivo da Casa – que funcionava no último andar do prédio do Gabinete dos Vereadores – para o prédio onde funciona a Sala de Comissões, na Rua Velho Campo, 700.

A inauguração do arquivo, já restaurado, será em abril. A partir de então, o público poderá marcar consultas e as escolas, públicas e privadas, poderão agendar visitas para pesquisar dados no arquivo. O conteúdo é de importância histórica, com documentos, ofícios e cartas que datam desde o século XIX. O documento mais antigo é um livro de ata de 1840.

A Comissão de Restauração do Arquivo da Câmara tem ajudado a preservar a memória do município. Fazem parte dela, a presidente, Marilena Garcia (PT), e os vereadores, Jorge de Jesus (PRB) e João Sérgio de Lima (PMDB); além dos funcionários Francisco de Paula (saída e entrada de material), Manoel Olive (saída e entrada de material), Alexandre Jardim (chefe do arquivo), Hélio Rodrigues e a prestadora de serviços, Cléris Renata, e equipe.

Na última quarta, dia 20, Marilena Garcia e Jorge de Jesus, visitaram a nova sede, onde puderam conferir o trabalho de limpeza e restauração que tem sido feito, também, com o auxílio de três estudantes, tanto da rede pública quanto da particular. “Hoje podemos dizer que o arquivo da Câmara tem uma equipe de funcionários e estagiários”, orgulhou-se Marilena.

“Essa conquista veio através de um Projeto de Resolução, de minha autoria, feito há cerca de um ano e meio, para recuperar o patrimônio cultural da Câmara. Nesse tempo formou-se a equipe e já temos resultados concretos”, afirmou a vereadora.

Deixe uma resposta