Audiência cumpre exigência para votação do Plano Diretor

Foto:Ivana Gravina

O Projeto de Lei Complementar (PLC) 018/2016, do Executivo, foi o tema da audiência pública realizada na noite desta terça-feira (4), na Câmara Municipal de Macaé. O PLC é relativo à revisão do Plano Diretor de 2006, que, por exigência do Ministério das Cidades, precisa ser revisto a cada dez anos. O evento foi requerido e presidido por Welberth Rezende (PPS).

“Já houve nove audiências sobre o assunto, promovidas pela prefeitura no ano passado, mas a Lei Orgânica prevê que o Legislativo realize as próprias audiências públicas para debater leis de alto impacto sobre a população”, explicou Welberth.  Rômulo Campos, gestor público do plano, relatou as fases de discussão e elaboração, iniciadas no início de 2016.

Segundo ele, foram realizados fóruns comunitários em todo o município a fim de colher as expectativas e propostas da população para a solução de problemas locais. Em seguida, aconteceram câmaras técnicas para revisar o texto aprovado dez anos antes, com base nas propostas apresentadas.

As nove audiências realizadas nos meses de março e abril de 2016 reproduziram os oito temas das câmaras técnicas, como Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Mobilidade Urbana, além de uma especial sobre a Região Serrana. “A ideia central do plano é diminuir a desigualdade entre as áreas mais abastadas e as mais carentes da cidade”, afirmou.

Problemas de não implementação das propostas

Foram apontados, ainda, problemas de não implementação de propostas do plano de 2006. “A quem compete cobrar do Executivo o que não foi feito?”, perguntou o empresário Augusto Sardinha, morador do Cavaleiros. “O plano é um instrumento vivo de participação democrática. Cabe à sociedade cobrar sua execução”, respondeu Glauro Franco, coordenador do Plano Diretor.

“O PLC foi enviado há meses para a Câmara e o trâmite acontece num período ruim, pois já começou o recesso parlamentar. Mas queremos que ele seja apreciado e aprovado o quanto antes, para não perdermos recursos federais e estaduais vinculados à aprovação”, afirmou Marcel Silvano (PT). Também participaram da audiência Valdemir da Silva Souza (PHS), o Val Barbeiro, Júlio César de Barros (PMDB), o Julinho do Aeroporto, Maxwell Vaz (SD) e Luciano Diniz (PMDB).

 

Jornalista: Marcello Riella Benites

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support