Audiência pública discute regularização da Ilha Leocádia



Ato será realizado na próxima segunda (20)

Um requerimento do vereador Júlio César de Barros (PMDB), o Julinho do Aeroporto, foi aprovado na sessão desta quarta-feira (15), para a realização de uma audiência pública na próxima segunda-feira (20), às 18h, na Câmara Municipal de Macaé. O evento pretende discutir o Projeto de Lei (PL) do Executivo que visa regularizar a habitação na Ilha Colônia Leocádia e arredores, considerada área de preservação ambiental por abrigar um mangue e o estuário do Rio Macaé.

 

O autor do requerimento lembrou que as ruas possuem calçamento, nome e CEP, mas a comunidade ainda não pode receber intervenções essenciais, como obras e serviços públicos. “Precisamos regularizar essa área, pois a comunidade já está constituída. Centenas de famílias serão beneficiadas”, disse Julinho, que aproveitou a oportunidade para convidar os moradores a participarem da audiência pública.

 

Conforme pontuou Marcel Silvano (PT), a ocupação irregular e desordenada na cidade é um processo histórico, que ainda carece de solução. “Temos que proteger a natureza, mas também precisamos dar conta da demanda habitacional do município, garantindo que todos os cidadãos vivam com dignidade”.

 

De acordo com o vereador Luiz Fernando Pessanha (PT do B), o impasse entre os moradores da comunidade e o poder público se arrasta há pelo menos 17 anos. “O poder público não pode depois de tanto tempo, de repente, resolver descruzar os braços e retirar aquelas pessoas dali”, defendeu.

 

Maxwell Vaz (SDD) também participou do debate e apontou falhas no PL do Executivo. Segundo ele, o evento tem o propósito de esclarecer as lacunas do texto do projeto e buscar uma solução definitiva para o impasse. “Estamos todos empenhados para regularizar a comunidade e tornar o que ainda resta do manguezal uma nova área de proteção ambiental”.

 

Conquista do Legislativo

 

O vereador Luciano Diniz (PMDB) destacou que o PL de regularização da Ilha Leocádia é uma conquista da Câmara de Macaé. Ele relatou que, há quatro anos, ele e outros dois parlamentares – Julinho do Aeroporto e o ex-vereador Manoel Francisco Neto, o Manoel das Malvinas – tentaram um novo diálogo com a Procuradoria Federal para reverter outras duas decisões anteriores que já haviam determinado a retirada de centenas de famílias da localidade.

 

“Foi um trabalho de persistência que culminou na revisão da decisão, tanto do Ministério Público quanto da Justiça Federal”, disse Luciano, enfatizando o papel fundamental do ex-vereador Manoel das Malvinas, que será convidado a participar do evento.

 

Tal fato também foi destacado pelo presidente da Casa, Eduardo Cardoso (PPS), que falou dos benefícios que o PL poderá trazer para os moradores da comunidade. “Nada podia ser feito no local. Os moradores não tinham acesso à água, luz, escola, creche, etc. Nem mesmo a ponte que dá acesso à comunidade podia ser reparada pela prefeitura”, esclareceu.

 

 

Jornalista: Adriana Corrêa

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support