Audiência Pública do Sana sobre pavimentação ouvirá moradores



Amanhã, às 9 horas, acontece a Audiência Pública do Sana, no Co

Amanhã, às 9 horas, acontece a Audiência Pública do Sana, no Colégio Municipal do Sana. Durante a audiência, as autoridades ouvirão a população do distrito para colher opiniões a respeito do projeto que o município tem para pavimentar a estrada que dá acesso àquela localidade. O debate contará com a presença de representantes de Macaé, do estado do Rio de Janeiro, de Associações e Ongs ambientais e autoridades locais.

A audiência foi proposta pelo vereador Maxwell Vaz (PT)- (primeiro secretário da Câmara Municipal de Macaé). O vereador solicitou a convocação da audiência partindo da constatação de que a proposta da prefeitura de pavimentar o acesso ao distrito dividia opiniões. “A pavimentação dessa área é um assunto de extrema importância, principalmente porque envolve a questão do impacto ambiental no ditrito”, ressaltou Maxwell.

Ele afirmou que o objetivo da audiência é escutar o que pensam os moradores e freqüentadores do local; e de forma alguma tendenciar o rumo do debate. Desta forma, as propostas e críticas serão integralmente acatadas e servirão, posteriormente, de base de dados para que o município possa tomar as providências necessárias”, disse o vereador.

O vereador, Maxwell Vaz, acredita com veemência na forma de gestão participativa. Por isso, demonstra que procura adotá-la em sua atual gestão pela Câmara Municipal.
”Apenas ouvindo e debatendo com todos é que saberemos os desejos e as necessidades de nossa população”, declarou o vereador.

Já de acordo com o Secretário executivo do Conselho Gestor da Ata do Sana, Marcos Nascimento, o debate será de grande importância para o distrito. Ele destacou o cuidado que a administração pública deve oferecer a uma área de valor ambiental como o Sana. “O distrito merece, pois também é fundamental no desenvolvimento econômico social e turístico da região”, afirmou.
“Qualquer obra nessa área, sem a orientação adequada, pode comprometer todo o ecossistema”, alertou Marcos Nascimento.

O secretário defendeu a obra na estrada de acesso ao Sana, no entanto, chamou atenção para que haja a correta implantação do projeto (levando-se em conta, também, o tipo de pavimento a ser empregado na obra). “Temos várias alternativas que podem ser empregadas no local, de modo a preservar nossa reserva e manter o estado natural desse trecho”, lembrou Marcos. O secretário sugeriu que seja construída uma eco-estrada ou uma estrada pake, como soluções alternativas.

O trecho onde a prefeitura deverá realizar a obra fica estabelecido entre a entrada do portal até o arraial do Sana. Neste trecho, a prefeitura já realizou o calçamento com paralelepípedos. Dentre outras autoridades, estão convidados para a audiência deste sábado o prefeito Riverton Mussi, os secretários executivos de Desenvolvimento Interno, Jorge Aziz; de Obras, Tadeu Campos, e de Meio-Ambiente, Henrique Hemery.

Deixe uma resposta