Audiência Pública: população debate projeto de antecipação dos royalties



 Projeto deve ser votado na semana que vem

Com plenário lotado, a Câmara Municipal de Macaé realizou, no início da tarde desta quinta-feira (5), uma audiência pública para discutir o Projeto de Lei 008/2016, do Executivo, que versa sobre operação de crédito para antecipação de royalties em forma de empréstimo, em torno de R$ 200 milhões. O ato foi solicitado por Maxwell Vaz (SD), em requerimento aprovado na sessão do dia anterior.

 

Logo no início, o líder da oposição, Igor Sardinha (PRB), criticou a ausência de representantes da prefeitura. “Seria importante a participação de quem quer este empréstimo. Precisamos entender o motivo da matéria, já que, mesmo com a atual crise, o orçamento continua entre os maiores do Brasil”, criticou.

 

Marcel Silvano (PT) e Amaro Luiz (PSB) também reforçaram a fala do líder da oposição. “Apesar da crise, o município teve recorde na arrecadação do ISS (Imposto Sobre Serviços), com R$ 725 milhões. Menos de 1% dos municípios do país arrecadam como nós. Os números mostram que não há justificativa para o empréstimo” disse o petista. “Protocolamos proposta para que todos os empréstimos adquiridos sejam pagos obrigatoriamente no mandato em curso”, acrescentou Amaro.

 

“Este projeto compromete o futuro, principalmente se for aprovado. Recebemos a informação de que há carência de um ano para que o município comece a pagar, passando a responsabilidade para o próximo mandato”, alertou Chico Machado (PDT). “Não vejo necessidade deste empréstimo porque o orçamento da cidade é robusto, mesmo com a crise”, disse Lúcio Mauro, do mesmo partido.

 

Jorge Luis de Almeida(Pros), o Teco Comunidade, e Renata Paes (PSC) também participaram da audiência, além de representantes de sindicatos e do Conselho Municipal de Aplicação dos Royalties do Petróleo. Durante a participação popular, 10 moradores se inscreveram. Todos se posicionaram contra a proposição.

 

Maxwell Vaz: com juros, dívida poderá ser de R$ 2,8 bilhões

 

De acordo com Maxwell, a Lei de Responsabilidade Fiscal estabelece que o Executivo não solicite operações de crédito no último ano de mandato. “Além disso, há um claro desrespeito à Lei Orgânica. Também posso citar incoerências, como a recente redução de impostos e o superávit em arrecadação”, disse.

 

O parlamentar ainda apresentou estudo de cálculos por meio de índices do Banco do Brasil. “Há risco de, ao final dos 15 anos de parcelamento do empréstimo, o valor chegue a R$ 2,8 bilhões. São juros de R$ 10 milhões ao mês e qualquer pessoa pode confirmar os números no site do banco”, alertou.

 

Líder do governo defende projeto

 

“Votei contra a realização desta audiência, mas gostaria de parabenizar a condução do encontro. Diversas cidades estão recorrendo a esta iniciativa, que foi possível por meio de projeto do senador Marcello Crivela (PRB-RJ). Diversas obras de grande alcance social estão comprometidas e, por isso, sou a favor”, disse o líder do governo, Júlio César de Barros (PMDB), o Julinho do Aeroporto.

 

Legislativo de São João da Barra participa da audiência

 

Quem também participou do encontro foi o presidente da Câmara Municipal de São João da Barra, Aluisio Siqueira Filho (PP). “No meu município, votei contra o empréstimo pelos mesmos motivos. A arrecadação com os royalties caiu e é possível que seja difícil pagar o empréstimo, principalmente porque o STF (Superior Tribunal Federal) pode votar e mudar o sistema de partilha. Trata-se de uma dívida para as próximas gerações”, concluiu.

 

 

 

Jornalista: Júnior Barbosa

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support