Vereadores aprovam criação do “Mês do Ferroviário”



Objetivo, segundo Chico Machado (PSB), é resgatar importância do setor para a cidade

Com grande potencial para desafogar o trânsito e movimentar a economia, o setor ferroviário brasileiro segue sucateado e esquecido, mesmo já tendo ocupado o posto de principal meio de transporte, no passado. Como forma de valorizar a categoria, a Câmara Municipal de Macaé aprovou, na sessão desta terça-feira (22), a criação do “Mês do Ferroviário”, a ser comemorado em abril.

 

O Projeto de Le 44/2015 passou por unanimidade e é de autoria de Chico Machado (PSB). “Não podemos esquecer a luta e o empenho dos ferroviários para o desenvolvimento do Brasil e da nossa cidade. Muitos macaenses dedicaram suas vidas trabalhando nas ferrovias e o reconhecimento é justo”, frisou.

 

Antes de o projeto ser votado, Chico e Maxwell Vaz (SD) apresentaram emenda por orientação do corpo jurídico da Casa. “Recebemos um parecer de inconstitucionalidade na parte do texto que citava a obrigatoriedade de realização de eventos”, acrescentou o vereador do PSB. Assim, ficará sob a responsabilidade do Executivo definir as atividades comemorativas, caso a matéria seja sancionada.

 

“Macaé tem história na luta dos ferroviários. O mais importante é reconhecer que este modal de carga e de passageiros poderia ser muito mais utilizado. Porém, os governos ignoraram o fato de o país ter a maior malha ferrária do planeta”, disse Maxwell. Marcel Silvano (PT) elogiou a iniciativa. “A categoria foi uma das que mais colaborou para o desenvolvimento da cidade”, finalizou.

 

 

Jornalista: Júnior Barbosa

Deixe uma resposta