Câmara conclui mais uma etapa de qualificação dos servidores

Foto:Ivana Gravina

Câmara planeja ampliar a oferta de cursos também para servidores de cidades vizinhas

Na manhã desta quinta-feira (21), a Câmara Municipal de Macaé realizou a entrega de certificados de qualificação para 52 servidores. Nessa etapa da Escola do Legislativo, foram oferecidos 10 cursos divididos em quatro módulos que exigiam cumprimento de carga horária e realização de prova para atestar os conhecimentos.

No ato, a Casa também recebeu um relatório completo do conteúdo aplicado e das avaliações individuais. Entre os cursos, destacaram-se: Gestão Pública, Orçamento Público, Lei de Responsabilidade Fiscal, Contabilidade Pública, Processo Legislativo Municipal, Licitação e Lei Orgânica de Macaé.

Para o servidor Edval Santos, o aprendizado será importante na rotina de trabalho. “Eu fiz o curso de Lei Orgânica e foi muito produtivo. Além disso, os professores são ótimos”. A mesma sensação é compartilhada pela servidora Alessandra Batista. “Esclareceu muitos procedimentos e legislações que já coloquei em prática”, disse a aluna do curso de Licitação.

Na cerimônia, o professor Antônio Carlos Paraíso elogiou a adesão dos servidores. “O retorno foi muito positivo. Todos os cursos foram conduzidos por professores altamente qualificados e, como resultado, tivemos um ótimo desempenho de todos ”, disse.

Com a disponibilização dos cursos em módulos, o servidor teve a possibilidade de se inscrever em mais de uma qualificação. Ao todo, foram entregues 120 certificados.


Consolidação da Escola do Legislativo

Para 2018, a expectativa é de ampliar as ações. De acordo com o diretor-geral, Gabriel Peçanha, novos cursos serão ofertados para servidores de 12 municípios da região. Em outubro, o Legislativo macaense sediou treinamentos em parceria com o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) e com a Escola do Legislativo do Rio de Janeiro (Elerj).

“Continuaremos investindo para que o servidor seja cada vez mais qualificado e possa se adequar às mudanças nas regras e legislações do serviço público. A nossa meta também é ampliar as parcerias com outras instituições e consolidar a Câmara de Macaé como uma referência na qualificação pública”, disse Gabriel.

Jornalista: Júnior Barbosa

Deixe uma resposta