Câmara convida empresário para discutir realização da Esmmam 2017



Por unanimidade, a Câmara Municipal aprovou um convite à Raça Eventos, empresa responsável pela Exposição Especializada do Cavalo Mangalarga Marchador de Macaé (Esmmam), programada para acontecer entre os dias 11 e 14 deste mês. O objetivo é esclarecer o processo de liberação de espaços públicos para o evento, que está em sua vigésima segunda edição. Paulo Antunes (PMDB) é autor do pedido apresentado na sessão desta terça-feira (9).

O peemedebista contou com a assinatura de 15 parlamentares para que o requerimento fosse lido e discutido no mesmo dia. “O empresário responsável pela Esmmam já me informou de antemão que aceita o convite e, como estamos próximos da abertura das atividades, o ideal é que ele compareça na sessão de amanhã (10) para esclarecer as dúvidas”, afirmou Antunes.

“Indicam que a Esmmam acontecerá no Parque de Exposições Latiff Mussi, mas o palco para os shows principais é instalado no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho. Além disso, a empresa aluga espaços para restaurantes, bares e ambulantes. Como esses valores são divididos e qual a contrapartida para a cidade? Esses são apenas alguns dos muitos questionamentos”, acrescentou Luiz Fernando (PT do B).

Maxwell Vaz (SD), Marcel Silvano (PT) e Welberth Rezende (PPS) também discursaram a favor da proposta. Mesmo com posicionamento favorável, o presidente, Eduardo Cardoso (PPS), ponderou. “Este tipo de explicação cabe ao poder público, mas a Câmara receberá a empresa da melhor forma possível”, disse.

Na semana passada, o plenário já havia aprovado um requerimento de Júlio César de Barros (PMDB), o Julinho do Aeroporto, que solicita informações sobre a Esmmam à prefeitura. Ele se absteve de votar.

Vagas para bicicletas em estacionamentos

Na mesma sessão, o Projeto de Lei (PL) 026/2017, também de Paulo Antunes, foi aprovado em segunda votação. Trata-se da proposta que prevê a reserva de 5% das vagas de estacionamentos para bicicletas. “Deixo em aberto, para a Procuradoria, se a lei vai abranger espaços privados, além dos públicos”, explicou o autor.

Maxwell Vaz (SD) e Eduardo Cardoso (PPS) entenderam que o projeto pode impor inadequadamente a gratuidade a estacionamentos privados. “É possível que aprovemos e o prefeito vete”, previu Eduardo.

“Este PL deverá ser considerado inconstitucional, mas votarei a favor, pois abre um precedente interessante para favorecer o uso de bicicletas como transporte sustentável”, declarou Maxwell. Todos os vereadores presentes votaram a favor da proposição.

 

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support