Câmara corrige PL do Executivo sobre a previdência municipal



 <span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif; font-size: 14px; text-align: justify;">O PL substitutivo foi elaborado pela CCJ, Sindserv e MacaePrev, respeitando a paridade na representação dos envolvidos.</span>

O Projeto de Lei Complementar Substitutivo 11/2015 foi aprovado na sessão desta quarta-feira (21), na Câmara Municipal de Macaé. Ele foi apresentado pelo presidente da Comissão Parlamentar de Constituição, Justiça, Redação e Garantias Fundamentais (CCJ), o vereador Chico Machado. Seu objetivo é criar uma alternativa à proposta do Executivo, de indicar sozinho os membros do Comitê de Investimentos e Desinvestimentos do Instituto de Previdência Social do Município (MacaePrev).
 

O PL original, de iniciativa do Executivo, retirava do Legislativo, da MacaePrev e dos servidores municipais a possibilidade de participarem das decisões sobre a gestão dos recursos previdenciários – que atualmente está na ordem de R$1,5 bilhão. Neste caso, o Comitê seria composto por seis membros, todos indicados pelo prefeito, que teria o poder de controlar todas as decisões relativas à previdência do município.
 

O substitutivo foi elaborado pela CCJ, em conjunto com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Macaé (Sindserv) e a presidência da MacaePrev. Na nova versão, aprovada pela Câmara, o Executivo indica dois membros para o Comitê, o Legislativo, outros dois, e o Sindserv, quatro – somando ao todo oito integrantes. “Corrigimos o PL respeitando o princípio da paridade representativa, exigência do Ministério da Previdência”, informou o relator da CCJ, Maxwell Vaz (SD).
 

Para Chico Machado, a intervenção da Câmara neste processo deu aos servidores a segurança necessária para que eles possam se aposentar. “Garantimos que os recursos da previdência – estimados em R$1,5 bilhão – não fiquem nas mãos de um único gestor com o poder para fazer o que bem entender.”
 

Na sessão ordinária da última terça-feira (20), o prefeito Aluízio Santos Junior admitiu ter errado no envio do PL e parabenizou a CCJ pela criação do substitutivo – leia aqui a notícia.
 

Jornalista: Adriana Corrêa

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support