Câmara defende revitalização do Parque da Cidade



Falta de manutenção motivou crítica dos vereadores

Projetado para ser uma das principais áreas de lazer e cultura de Macaé, o Parque da Cidade voltou a ser tema de discussão na Câmara Municipal, durante a sessão desta quarta-feira (23). Por unanimidade, os vereadores aprovaram a Indicação 833/2013, de Marcel Silvano (PT), que solicita ao governo medidas para a revitalização do espaço que, segundo o autor, é subutilizado e não recebe manutenção há anos.

 

Durante a defesa da proposta, Marcel também demonstrou preocupação com a segurança no entorno do parque. “O espaço é um símbolo de abandono e acaba servindo como rota de fuga, aumentando a criminalidade. Além disso, há a promessa do governo de construir duas escolas na área, mas até agora nada saiu do papel e o Executivo precisa dar explicações”, criticou.

 

Maxwell Vaz (SDD) fez coro ao petista. “O Parque da Cidade deveria ser um anel de integração entre todas as comunidades do entorno, mas tornou-se uma grande vergonha. Já que a prefeitura diz que está com número de servidores em excesso, deveria disponibilizar equipes para cuidarem do local”, acrescentou.

 

Com a proximidade do verão, Igor Sardinha (PRB) fez um alerta sobre os riscos à saúde que o parque apresenta. “No início do ano, fizemos uma visita e detectamos inúmeros focos do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e de outras doenças graves, como a chikungunya e o zika vírus. O período de chuvas poderá agravar ainda mais a situação”, concluiu.

 

 

 

Jornalista: Júnior Barbosa

 

 

Deixe uma resposta