Câmara discute situação das Águas Maravilhosas



Requerimento foi aprovado por unanimidade

 

Em requerimento aprovado nesta quarta-feira (21), na Câmara Municipal de Macaé, Nilton César Moreira (PROS), o Cesinha, solicita convite à secretária de Habitação, Alessandra Aguiar, para esclarecimentos sobre a situação irregular das moradias em Águas Maravilhosas. Cesinha incluiu na proposição o nome do procurador do município, Augusto César Salgado, a pedido de Luciano Diniz (PMDB).

 

“As famílias querem saber se precisarão sair de lá ou não. Há quatro anos, havia no local 50 pessoas. Hoje são 500. Se continuar assim, daqui a mais quatro anos serão 1.000”, previu Nilton César. “Tenho percebido que o problema é apenas com os moradores. As empresas que lá estão não são importunadas”, comentou Marcel Silvano (PT).

 

“Temos dezenas de pontos como esse na cidade, a maioria, já entregues à Justiça. Caso a decisão seja pela saída das famílias, o município tem unidades habitacionais disponíveis para essas pessoas”, disse Luciano, vice-líder do governo. A vinda da secretária e do procurador à Casa não foi marcada.

 

 

 

Jornalista: Marcello Riella Benites

Deixe uma resposta