Câmara Itinerante: parlamentar questiona resposta à população

 <span style="color: rgb(51, 51, 51); font-family: arial, helvetica, sans-serif; font-size: 14px;">Retorno à população que participa da Câmara Itinerante é tema de debate no Legislativo.</span>

Uma fala do vereador Manoel Francisco, o Manoelzinho das Malvinas, que anunciou sua saída do PR, deu oportunidade a uma avaliação da Câmara Itinerante (CI), nesta quarta-feira (4), na Câmara Municipal de Macaé. “Tenho visto que após as sessões nós não estamos dando às pessoas um retorno sobre suas demandas”, lamentou Manoel.
 

Marcel Silvano (PT) disse que a CI foi um grande avanço e que os vereadores estão cumprindo o seu papel ao dar voz à população nos bairros. Igor Sardinha (PRB) acrescentou que, ao verificarem as demandas nas localidades, os parlamentares estão fazendo também o trabalho de fiscalizar o governo. O presidente da Casa, Eduardo Cardoso (PPS), considera que a iniciativa é um “posto avançado da Câmara”.
 

Manoelzinho fez a ressalva de que não é contra a Câmara Itinerante, mas lamenta que as pessoas não fiquem sabendo o que foi feito de suas reivindicações. “Nós pegamos o nome e os endereços delas e eu tenho ouvido reclamações de que elas não estão sendo informadas sobre o encaminhamento que fazemos de suas questões”. José Prestes (PV) disse concordar: “Estou com você nesse questionamento, Manoel”.
 

Jornalista: Marcello Riella Benites

Deixe uma resposta