Câmara Juvenil 2006/2007 termina em clima de missão cumprida



 Na última quinta, dia 8, foi realizada a última sessão plen&aac

 Na última quinta, dia 8, foi realizada a última sessão plenária do projeto Câmara Juvenil 2006/2007.A sessão marcou o encerramento do biênio, com entrega de moção de aplausos aos professores participantes e uma retrospectiva dos projetos, com direito a fotos de diversas etapas vividas pelos jovens vereadores. O projeto Câmara Juvenil foi aprovado em 14 de junho de 2006, por autoria da vereadora, Marilena Garcia (PT), e instituído pelo decreto de número 023/2005.

Trata-se de um processo sócio-político-cultural entre comunidade, professores e alunos. Cada escola escolhe a melhor maneira de conduzir a campanha política, internamente. As eleições são realizadas sempre no mês de outubro. Na última sessão dos jovens que se despedem do projeto, a coordenadora, Marialva Gentil, estava profundamente emocionada: "vocês aprenderam, e nós aprendemos junto com vocês", disse.

Antes da sessão, os jovens vereadores e os próximos que assumirão para o biênio 2008/2009 visitaram a Fábrica da Cidadania. A vereadora Marilena Garcia, também se mostrou comovida. "Eu sinto que, por este projeto, se o meu mandato terminasse hoje, minha missão estaria cumprida", declarou. Sobre o projeto, Marilena afirmou: " O Câmara Juvenil me trouxe esperança. O que está acontecendo, hoje, é um milagre; graças, é claro, à competência e dedicação".

A vereadora anunciou que será lançado um jornal sobre o projeto para ser distribuído nas escolas e convidou os jovens que estão deixando o cargo para uma visita à sua casa. "Todos nós envolvidos com o projeto, saímos renovados pelos projetos de vocês. A gente está construindo a cidadania e corporificando a esperança em forma de ação. Quero compartilhar com vocês o êxito deste projeto e agradecer por não ter ficado solitária no meu projeto esperança", declarou.

As eleições do Câmara Juvenil contam com apoio do TRE. Durante a votação, os estudantes utilizam as urnas que eram anteriormente utilizadas no processo eleitoral, com voto de papel.

Uma das estudantes do projeto, Mariah Ribeiro, de 13 anos, do Cipe Maringá, demonstra enorme brilho. Dentre alguns dos projetos que apresentou, incluem-se o aumento dos muros dos Cieps e a colocação de lixeiras próximo dos Cieps. Todos os alunos fizeram um discurso emocionado de agradecimento. Assim também o fez a coordenadora, Regininha Moreira.

"Quero agradecer a você, Marilena, porque antes de eu acreditar em mim, você acreditou na capacidade de nós jovens", disse a aluna do Colégio Municipal do Sana, Yolanda Freiman, de 17 anos. Ela aproveitou para mandar um recado para Luan Luis Mendonça, de 12 anos, que entrará em seu lugar: "aproveite o máximo possível. Esses dois anos passam muito rápido. E no final, cada cuidado fará diferença". Luan, por sua vez, retribuiu afirmando que sua expectativa é melhorar o município e o distrito do Sana, alcançando, primeiramente, condução para o cabeceira do Sana; o que é pontua como primordial.

A aluna, Juliana Gomes, de 13 anos, do Colégio Municipal de Botafogo, discursou: "aqui pude ouvir e ser ouvida. Depois do Câmara Juvenil, posso dizer que me tornei uma melhor filha, melhor estudante e melhor cidadã". A coordenadora Regininha incentivou os jovens a continuarem lutando pelo melhor, sem aceitarem passividade, sendo solidários, sem se anularem e, como eleitores, nunca se deixarem corromper; procurando, ainda, exemplos a serem seguidos. "Sejam sempre honestos", finalizou.

Deixe uma resposta