Campanha incentiva a doação de sangue

Servidores explicam o funcionamento da campanha

O Legislativo deu início, na tarde desta segunda-feira (26), à Campanha de Doação de Sangue, que incentiva os servidores e assessores a doarem e captarem doadores. A abertura teve palestra da assistente social do Hemocentro de Macaé, Fabiana Paschoal dos Santos. Ela enfatizou a importância da doação, uma consciência ainda pouco comum. “Tivemos um caso em que todo o nosso estoque de sangue O- foi utilizado na cirurgia de um único paciente”.

No dia da doação, os funcionários da Casa serão liberados e terão transporte para o Hemocentro. Os que comprovarem o ato terão ainda uma folga extra. A campanha vai até o dia 13 de julho com a premiação dos três primeiros setores ou gabinetes com maior número de doadores. “Soubemos que o Hemocentro da cidade recebe de seis a oito bolsas de sangue por dia, quando o ideal seria de 20 a 25. Por isso tivemos a ideia da campanha”, afirmou a enfermeira Carol Badini, do Setor de Saúde da Câmara.

“Eu desmaiava ao ver uma agulha de injeção em mim. Um dia, meu pai precisou receber sangue, e eu venci o medo. Infelizmente, ele não resistiu e faleceu, mas eu me tornei doador”, contou o assessor parlamentar Alex Medeiros. “Eu fui ao Hemocentro apenas para acompanhar uma ex-namorada. Ela não pôde doar, pois tinha uma tatuagem recente, mas eu me conscientizei e hoje sou doador regular”, relatou Vinicius Pimentel, do setor de Recursos Humanos.

O Dia Mundial do Doador de Sangue foi comemorado em 14 de junho. Segundo o Ministério da Saúde, apenas 1,8% dos brasileiros doam sangue regularmente. Uma doação pode salvar até quatro vidas.

Jornalista: Marcello Riella Benites

Deixe uma resposta