Ciclovia na Teixeira de Gouveia volta a ser discutida na Câmara



Vereador defende retirada da ciclofaixa

Um requerimento do vereador Maxwell Vaz (SDD) solicitou ao Executivo o relatório do estudo de impacto socioeconômico para a instalação de ciclofaixa na Rua Teixeira de Gouveia. Na sequência, o parlamentar apresentou uma indicação para a retirada da mesma ciclofaixa, a pedido dos comerciantes locais. Ambas as proposições foram aprovadas pelos vereadores presentes. A exceção foi Luciano Diniz, que votou contra a retirada da ciclovia na sessão desta quarta-feira (5), na Câmara Municipal de Macaé.

 

Maxwell lembrou a manifestação ocorrida na última terça-feira (4), quando comerciantes e profissionais liberais da Teixeira de Gouveia pediram a volta do estacionamento rotativo no local. “A retirada do estacionamento resultou em uma queda nas vendas e no aumento do desemprego. Os clientes se afastaram, pois não há onde estacionar, e vários comerciantes foram obrigados a fechar as suas portas”, justificou.

 

Contudo, Luciano ponderou que a cidade atravessa um momento de crise econômica global e a desaceleração da economia não deve ser atribuída apenas à instalação da ciclovia. “Além disso, é preciso considerar o investimento que foi feito no projeto, que também foi construído a partir do diálogo com diversos setores da sociedade.” Ainda assim, o parlamentar se posicionou favorável à busca de alternativas que atendam, de alguma forma, os comerciantes, sem a retirada da ciclofaixa.
 

Uma das soluções apontadas pelo autor das proposições foi a transferência da ciclovia para a Avenida Rui Barbosa ou Presidente Sodré, o que, segundo ele, impactaria menos o comércio local. Já Luciano Diniz sugeriu a liberação para estacionamento da faixa da direita, após 17h, e que o terreno da Fafima seja utilizado para estacionamento, com recursos convertidos à faculdade, que inclusive hoje passa por dificuldades financeiras.

 <br style="color: rgb(51, 51, 51); font-family: monospace;" />  <span style="font-size: 14px;"><span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif;"><span style="color: rgb(51, 51, 51);">Luciano destacou ainda a importância de pensarmos a frente em relação à Mobilidade Urbana, dando prioridade aos meios públicos de transporte e estimulando o uso da bicicleta. "Tais medidas só tendem a gerar efeitos positivos na qualidade de vida da população, meio ambiente, além do ganho de tempo em locomoção dos cidadãos que passam a usar a bicicleta como modal de transporte, seguindo uma tendência mundial . Hoje, nos países de primeiro mundo, a bicicleta tornou-se um dos meios de transporte mais utilizado pela população, trazendo inquestionáveis benefícios pessoais e coletivos."</span></span></span>

 

 

Jornalista: Adriana Corrêa

Deixe uma resposta