Com 291 emendas, Câmara aprova orçamento de Macaé para 2020

Foto:Ivana Gravina (arquivo)

 Se as estimativas do Executivo se confirmarem, Macaé voltará aos números que antecederam a atual crise econômica. Em sessão extraordinária, realizada nesta segunda-feira (16), a Câmara dos Vereadores aprovou a Lei Orçamentária Anual (LOA) que estima R$ 2,3 bilhões em arrecadação para 2020. Com entendimento entre os parlamentares do governo e da oposição, 291 emendas foram incluídas ao projeto.

No conjunto de propostas apresentadas pelos vereadores, destacam-se iniciativas para o fomento da infraestrutura local, além de melhorias na educação, na saúde e no lazer dos moradores. Agora, a LOA retorna ao Executivo para sanção.

Apesar de todos os votos terem sido a favor, a oposição apresentou diversos questionamentos. Segundo Maxwell Vaz (SD), o orçamento possui falhas e as estimativas não condizem com a realidade. “Os agentes de saúde e de combate a endemias continuam recebendo abaixo do piso, mesmo com o governo federal custeando 95% do programa. Há também uma proposta de somente R$ 4 mil para a Secretaria de Ciência e Tecnologia desenvolver um programa digital em 12 meses, o que é impossível”, acrescentou.

Maxwell ainda disse que a estimativa de gastos com o subsídio da passagem a R$ 1 daria para oferecer o serviço gratuito e com melhor qualidade. “A prefeitura deve pagar R$ 85 milhões à SIT em 2020. Alugar um serviço particular de fretamento para a média dos passageiros não ficaria tão caro.”

Já Robson Oliveira (PSDB) voltou a defender ações de infraestrutura e urbanização para bairros e distritos mais afastados do Centro. Ao todo, o tucano propôs R$ 12 milhões em verba para o asfaltamento da estrada que dá acesso ao Sana, na Região Serrana, entre outras propostas.

Uma das emendas de Marcel Silvano (PT) aumentou os recursos para o transporte universitário. “O valor que a prefeitura estabeleceu não manteria o programa por três meses, colocando em risco o aprendizado dos estudantes que precisam se deslocar até outras cidades”, frisou. Verbas para fortalecer os trabalhos dos conselhos municipais também contaram com emendas do petista, assim como a que pode criar um banco de leite materno.

Antes de encerrar a sessão, o presidente Eduardo Cardoso (Cidadania) elogiou o acordo que permitiu a aprovação unânime das emendas e da LOA.


Nova sessão extraordinária

Nesta terça-feira (17), a partir das 10h, a Câmara se reúne novamente para discutir e votar novas propostas do Executivo, como alterações no Código de Posturas, além do veto integral ao Projeto de Lei que cria o Conselho Municipal de Comunicação, tendo Marcel Silvano como autor.  Jornalista: Júnior Barbosa

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support