Concurso público é prioridade do presidente



O presidente da Câmara, Eduardo Cardoso (PPS) na sessão de abertura do per&ia

O presidente da Câmara, Eduardo Cardoso (PPS) na sessão de abertura do período 2007/2008, na última quinta-feira, dia 15, indicou a composição das seis comissões permanentes de vereadores, que foram aprovadas por unanimidade. Após a definição das comissões, que são imprescindíveis para os trabalhos legislativos, o presidente se empenhará no que são, para ele, prioridades durante esse ano: o concurso público do legislativo e o orçamento participativo para o município.

As duas principais comissões, que emitem pareceres sobre praticamente todos os projetos, passaram a ter a seguinte formação: a comissão 1, de Justiça e Redação, será presidida por Chico Machado (sem partido), terá como relator Maxwell Vaz (PT), titular, Luis Fernando Pessanha (sem partido) e como suplente, Paulo Paes (PSDB); a Comissão 2, de Finanças, será composta por Paulo Antunes (sem partido), Jorge de Jesus (PRB), Júlio César de Barros (sem partido) e terá como suplente George Jardim (sem partido).

A terceira comissão, de Obras, Serviços Públicos e Urbanismo será formada por Júlio César, Marilena Garcia (PT), Paulo Paes e Pedro Reis (PSDB), como suplente. A quarta comissão, de Saúde, Assistência Social e Defesa do Consumidor, será presidida por Pedro Reis – que já foi secretário de saúde do município; Marilena, como relatora, Júlio César, titular e Jorge de Jesus, suplente. A quinta, de Desenvolvimento, Indústria, Comércio, Energia, Ciência, Tecnologia e Metrologia, será composta por Paulo Paes, George Jardim e Marilena e terá Luis Fernando como suplente. A última, de Educação, Cultura, Esporte, Lazer, Turismo e Pesca terá como presidente a ex-secretária de educação do município, Maria Helena Salles; Paulo Antunes será o relator, Chico Machado, titular e Luis Fernando, suplente.

Cumprida a formação das comissões, Eduardo Cardoso se empenhará na realização do primeiro concurso público do legislativo municipal. Um contrato com o Instituto Brasileiro de Administração Municipal-Ibam, já foi firmado e o órgão atualmente trabalha no plano de cargos e salários e planeja a estrutura administrativa da Câmara. Após a conclusão dessa etapa, o concurso será formulado. O Ibam foi contratado no ano passado, entretanto o órgão chegou ao município somente em outubro, o que inviabilizou o processo para 2006. “Macaé tem 193 anos, em todos esse tempo nunca houve um concurso para o legislativo. Isso é obrigatório, constitucional”, enfatizou.

Outro desejo do presidente é participação da Câmara e da sociedade no Orçamento de 2008. “O orçamento deve ser participativo. Precisa ser discutido com a sociedade. Em março ou abril pretendemos fazer a primeira audiência pública. Cobraremos do prefeito a participação da Câmara no processo”, declarou Eduardo Cardoso.

Os vereadores aguardam também o encaminhamento à Câmara pelo executivo da Reforma Administrativa, para análise e votação. De acordo com declaração do prefeito Riverton Mussi (sem partido), na sessão de abertura, a reforma deverá ser implantada a partir de março. O novo código de posturas do município, com cerca de 300 páginas, em breve, também deverá compor a ordem do dia.

Clique aqui e veja a composição das comissões permanentes do biênio de 2007/2008

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support