Concurso público: requerimento questiona contratações do Executivo

O Requerimento 632/2017, de Marcel Silvano (PT), aprovado por unanimidade nesta quarta-feira (31) pela Câmara Municipal de Macaé, questiona se não há cargos previstos em concurso para as contratações realizadas recentemente pela prefeitura.  A proposição refere-se às portarias 1.247/2017 e 1.248/2017.

Os esclarecimentos são solicitados à Secretaria de Administração e Gestão Pública. “Há funções como coveiro, servente, pintor, carpinteiro e outras, que talvez tenham o nome mudado, mas que podem estar previstas em concurso vigente”, disse o autor.

Maxwell Vaz (SD) apoiou a proposição e lembrou que as portarias dão conta de 300 contratações. “É difícil entender por que não há dinheiro para chamar concursados e existem recursos para fazer contratações. Além disso, precisaremos ver se todas essas pessoas registrarão suas presenças na biometria”, comentou o presidente da Casa, Eduardo Cardoso (PPS).

VLT e outros temas

Na mesma sessão, o Requerimento 627/2017 solicitou à Mesa Diretora a realização de audiência pública, no dia 28 de junho, sobre o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT). Segundo o autor, Luiz Fernando (PT do B), é preciso saber a situação atual do projeto.

“Queremos também saber se a população está satisfeita com a prioridade que se dá à SIT (Sistema Integrado de Transporte)”, disse o vereador. Marcel e Maxwell discursaram favoravelmente à proposição, que teve aprovação unânime.

Já Valdemir da Silva Souza (PHS), o Val Barbeiro, entre suas proposições aprovadas, apresentou uma que solicita informações sobre dívidas com proprietários de imóveis alugados ao Executivo.

 

Jornalista: Marcello Riella Benites

Jornalista: Marcello Riella Benites

Deixe uma resposta