Debate na Câmara aborda segurança no Jardim Guanabara

Foto:Ivana Gravina

O vereador Luiz Fernando foi o autor do requerimento que pediu à PM reforço no patrulhamento local

Um requerimento de Luiz Fernando Pessanha (PTC), solicitando ao 32º Batalhão de Polícia Militar o aumento do patrulhamento no Jardim Guanabara e imediações, gerou debate na sessão desta terça-feira (7), na Câmara Municipal de Macaé. O vereador afirma que tem recebido reclamações sobre assaltos e outros crimes na região, sobretudo à noite.

“Precisamos fazer requerimentos assim. Mas, olhando os veículos da polícia, por exemplo, com pneus totalmente carecas, realmente eu tenho pena e vejo que é difícil a PM atender suficientemente essa demanda”, afirmou Luiz Fernando, criticando o governo estadual.

Marcel Silvano (PT) trouxe os questionamentos para a esfera municipal, lembrando a falta de iluminação no local. “Naquela área temos o IFF (Instituto Federal Fluminense) e o Mirante da Lagoa. As pessoas, principalmente estudantes, circulam por ali à noite numa total escuridão, o que aumenta a insegurança”.

O questionamento sobre a iluminação foi reforçado por Nilton César Pereira (PROS). “Fiz solicitações à Secretaria de Serviços Públicos para a troca das lâmpadas de postes no Jardim Guanabara, mas não fui atendido”. A proposição de Luiz Fernando foi aprovada por unanimidade. 

Painel eletrônico começa a funcionar

A sessão marcou o início do funcionamento do painel eletrônico da Câmara. Júlio César de Barros (MDB), o Julinho do Aeroporto, autor do requerimento que instituiu o uso do equipamento, agradeceu ao presidente, Eduardo Cardoso (PPS), pela implantação. “É uma importante ferramenta para otimizar nossos debates”, disse Julinho.

Código tributário será tema de audiência pública nesta sexta-feira (10)

Foi aprovado, ainda, requerimento da Mesa Diretora pela realização de audiência pública, nesta sexta-feira (10), às 17h, para discutir o novo Código Tributário. Na mesma sessão, o presidente pediu desculpas pela sua ausência na audiência sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), marcada para a noite de segunda-feira (6), que resultou no adiamento do evento. Ele afirmou que apresentará proposição nesta quarta-feira (8) para aprovação de nova data.

Um minuto de silêncio por Zé Mengão

Antes do início dos trabalhos foi realizado um minuto de silêncio em memória a José Vieira Rangel, o Zé Mengão, dono do bar de mesmo nome, que, por décadas, primeiramente na Rua da Praia, depois na Avenida Rui Barbosa, foi espaço de discussão da política macaense. Vários parlamentares discursaram em homenagem a José Vieira, falecido neste domingo (5).

Jornalista: Marcello Riella Benites

Deixe uma resposta