Eleição na Câmara adiada

A eleição para a presidência da Câmara, marcada inicialmente para a reunião de terça-feira A eleição para a presidência da Câmara, marcada inicialmente para a reunião de terça-feira à noite, foi adiada para a próxima sexta-feira, 15, a partir das 14h. A decisão da remarcação da data pelo presidente Eduardo Cardoso (PPS) se baseou num erro do edital de convocação que marcou para o mesmo dia e horário da sessão ordinária o pleito que deve acontecer em reunião extraordinária. De acordo com o edital, que ficou exposto na entrada do Legislativo antes da reunião, isso infringe o artigo 63 do Regimento Interno da Casa. De qualquer maneira, a eleição também não ocorreria por falta de quorum. Maxwell Vaz (PT), Marilena Garcia (PT), Chico Machado (PSDB), Paulo Antunes (PSDB), Jorge de Jesus (PRB) e Eduardo Cardoso (PPS), não estiveram no plenário. Por outro lado, estiveram presentes Luiz Fernando Pessanha(PPS), candidato à presidência, e ainda Paulo Paes, Júlio César Barros, George Jardim, Maria Helena Salles e Pedro Reis, todos do PSDB.

Deixe uma resposta