Empréstimo a microempresários: votação entra no terceiro dia

Foto:Reprodução

Parlamentares buscam acordo para aprovar PL até sexta-feira (26)

O dia do padroeiro de Macaé, São João Batista, é celebrado nesta quarta-feira (24). Mesmo com o feriado local, a Câmara dos Vereadores promoveu a terceira sessão extraordinária para discutir as emendas ao Projeto de Lei (PL) 004/2020, do Executivo, que destina R$ 10 milhões em empréstimos a microempresários. Desta vez, uma emenda de Marcel Silvano (PT) foi aprovada e outra de Maxwell Vaz (Solidariedade) teve rejeição da maioria.

A primeira discutida foi a do petista. Marcel pediu apoio aos demais parlamentares com o intuito de modificar um dos artigos do PL. A ideia é ampliar a possibilidade da linha de crédito, abrangendo os pequenos negócios que passaram a funcionar com limitações por conta da pandemia. A proposta original contemplava somente atividades que foram suspensas na totalidade.

“Em Cabo Frio, mesmo com a flexibilização do comércio, muitos não conseguiram manter as portas abertas por falta de recursos para quitar aluguéis e contas atrasadas. Até quem seguiu com o funcionamento parcial, teve queda significativa nos rendimentos. A prefeitura precisa olhar também para as dificuldades do pequeno negócio”. Todos votaram de forma favorável.

Emenda rejeitada

Na sequência, Maxwell defendeu que o PL incluísse outras categorias de negócio, como o Microempreendedor Individual (MEI), profissionais autônomos, pequenos produtores e cooperativas, entre outros. A emenda recebeu 8 votos contra e 5 votos a favor, além de 1 abstenção.

“Infelizmente, volto a repetir que o valor do programa é insuficiente para atender a necessidade. Como o empréstimo maior é de R$ 20 mil, somente 500 empresas conseguirão aderir ao programa. Como será feita a escolha? Há mais de três mil MEIs, por exemplo. O projeto, do jeito que está, ficou desproporcional e excluirá os pequenos empresários”, lamentou.

Líder do governo, Cristiano Gelinho justificou a orientação pelo voto contrário. “A proposta do autor descaracterizava o programa. Reconheço a boa intenção, mas não podemos correr o risco de haver vetos e a consequente ampliação do prazo para o PL entrar em vigor”. Já Paulo Antunes (PSDB) lembrou que a cidade está com a arrecadação em queda. “Infelizmente, os recursos estão limitados. Se houver a possibilidade, acredito que o prefeito criará outros programas.”

Antes do fim, outra emenda modificativa de Maxwell entrou na pauta, mas ficou para a próxima sessão. Os vereadores concordaram com o prazo de 60 meses para o pagamento dos empréstimos, sem a cobrança de juros e correção monetária. No entanto, como a modificação contemplava as categorias que haviam sido rejeitadas antes, o parlamentar fez requerimento verbal para reapresentar a proposta com o texto adaptado, o que foi aceito por unanimidade.

Para que o Projeto de Lei 004/2020 seja votado, ainda restam 12 emendas de Maxwell, uma do presidente Eduardo Cardoso (Podemos), uma de Julinho do Aeroporto (PSDB) e outra de Marcel Silvano.

Votação do PL continua nesta quinta (25)

A próxima sessão acontece nesta quinta-feira (25), às 10h. O Legislativo segue com atendimentos presenciais suspensos, dando prioridade aos meios digitais. A população pode acompanhar a videoconferência pelo canal Câmara de Macaé (Youtube) e conferir a pauta completa no endereço: https://sapl.macae.rj.leg.br/sessao/pauta-sessao/31.

Jornalista: Júnior Barbosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support