Empréstimo emergencial para microempresários continua em debate

Foto:Reprodução

PL 04/2020 do Executivo será votado nos próximos dias

A votação das emendas ao Projeto de Lei (PL) 04/2020 prosseguiu nesta quinta-feira (25), pelo quarto dia consecutivo, em sessão virtual da Câmara Municipal de Macaé. Na ocasião, foram discutidas cinco emendas do vereador Maxwell Vaz (SD) ao PL que destina R$ 10 milhões em empréstimos a microempresários, como socorro devido à pandemia. Uma delas foi aprovada pela maioria e as outras quatro rejeitadas pelos parlamentares da bancada governista.

O debate online continua nesta sexta-feira (26), 10h (ao vivo), no site da Câmara.

Após o evento, o vídeo também fica disponível no nosso canal no YouTube.

Proposta aprovada

A emenda 10/2020, que estabelece prazo de 60 meses para o pagamento dos empréstimos sem cobrança de juros e correção monetária, foi aprovada sem discussão pelos 13 vereadores presentes na sessão desta quinta-feira. Seu conteúdo foi modificado em acordo estabelecido no dia anterior. Para saber mais detalhes, assista a plenária do dia 24 de junho.

Durante o debate, o primeiro secretário, Márcio Bittencourt (Cidadania), informou sobre a retirada de outras seis emendas de Maxwell, que perderam o sentido por se referirem a propostas rejeitadas nos dias anteriores.

Emendas rejeitadas

A primeira rejeição foi a da emenda 15/2020, a qual estabelecia o prazo de 15 dias para resposta aos pedidos de empréstimos solicitados pelos microempresários. Na segunda (19/2020), o autor propôs que fosse retirada do PL original a informação de que a concessão dos empréstimos seria interrompida em caso de o município decretar calamidade pública.

“A ideia é desburocratizar e agilizar o processo de auxílio aos microempresários”, argumentou Maxwell. Contudo, os vereadores da bancada governista alegaram que estabelecer prazo de resposta acabaria prejudicando a avaliação da comissão. Eles também ponderaram que obrigar o município a manter o pagamento dos empréstimos durante uma calamidade, poderia comprometer demandas ainda mais emergenciais.

Já a emenda 20/2020 alterava uma das obrigações dos microempresários beneficiados pelo empréstimo. Em vez de apresentar uma declaração contábil mensal, comprovando o pagamento dos funcionários, bastaria uma autodeclaração do responsável pela empresa. Dessa vez, o entendimento da maioria foi de que flexibilizar essas declarações colocaria empregos em risco.

Por fim, a última proposta era para estabelecer prazo de justificativa em caso de indeferimento do empréstimo. As emendas foram rejeitadas por 7 votos contrários e 5 favoráveis.

Jornalista: Adriana Corrêa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support