Governo prevê arrecadação 10,9% maior no próximo ano

Foto:Tiago Ferreira

A Secretaria de Planejamento divulgou estudos da LDO para 2019.

Com previsão de aumento da arrecadação próximo aos níveis de 2014, realizou-se, na noite desta segunda-feira (10), mais uma audiência pública sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2019 na Câmara Municipal de Macaé. A receita pode atingir R$ 2,26 bilhões, segundo o relatório apresentado pelo secretário de Planejamento José Manuel Alvitos.

A receita de 2014 foi de R$ 2,29 bilhões. Comparada com a arrecadação de 2018, estimada em R$ 2,04 bi, a prevista para o ano que vem aponta uma evolução de 10,9%.

Alvitos enfatizou que se trata de uma previsão e ressalvou que são números estimados no primeiro semestre. “O quadro atual da economia aponta para possíveis mudanças. Tivemos um crescimento dos royalties devido à subida do preço do barril do petróleo e à alta do dólar, mas houve queda do total arrecadado com ISS e ICMS”.

O secretário foi auxiliado pelo coordenador de Planejamento da pasta, Elbert de Melo Filho. Os dois apresentaram também dados sobre as oportunidades e desafios da Petrobras e do setor offshore em geral. “Nossa economia gira em torno do petróleo e temos que estar atentos a esse setor”, disse Alvitos.

Foto: Tiago Ferreira

Participação popular

Ilane de Alexandria, da Associação Raízes, ONG dedicada à educação ambiental na Bacia de Campos, perguntou sobre a possibilidade de propor ao orçamento três iniciativas protocoladas pela organização na Câmara. “Agora não é o momento. Nesta audiência devemos discutir as diretrizes do Executivo para a Lei Orçamentária Anual”, explicou o presidente, Eduardo Cardoso (PPS).

Ele, Alvitos e Paulo Antunes (MDB) incentivaram Ilane e os outros integrantes da entidade presentes a procurarem a Secretaria de Planejamento, gabinetes de vereadores e a Comissão Permanente de Meio Ambiente da Câmara, de forma que suas iniciativas possam ser apresentadas como emendas para o orçamento de 2019.

Lei Orgânica obrigou realização de uma segunda audiência

A segunda audiência pública sobre a LDO de 2019 foi realizada porque a primeira ocorreu em 13 de agosto, apenas oito dias após a publicação da convocação oficial. A Lei Orgânica prevê que esse prazo deve ser de dez dias.

Jornalista: Marcello Riella Benites

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support