Iluminação pública e emendas impositivas voltam à pauta



Requerimento pede atendimento à emenda impositiva de 2016 para melhorar a iluminação na Praia de Imbetiba.

Problemas de iluminação voltaram à pauta da Câmara Municipal de Macaé na sessão desta quarta-feira (26), após apenas 15 dias. O Requerimento 506/2017 solicita à prefeitura informações sobre o não atendimento da emenda impositiva ao orçamento de 2016 para iluminação na Praia de Imbetiba. Tanto o requerimento quanto a emenda são do presidente da Casa, Eduardo Cardoso (PPS).

No dia 21 de abril, Júlio César de Barros (PMDB), o Julinho do Aeroporto, havia apresentado proposição semelhante a respeito de outros pontos da cidade. “Imbetiba é um ótimo local para se passear à noite, inclusive, muito cômodo para idosos que moram perto e sentem-se inseguros com o não cumprimento da emenda”, defendeu Eduardo. “Vale observar que seriam beneficiados também moradores de áreas próximas, como o Cajueiro e o Visconde”, lembrou Marvel Maillet (Rede).

“Quero ampliar as demandas de Julinho e Dr. Eduardo para a orla da Fronteira. É um breu só”, contribuiu José Queiroz dos Santos Neto (PTC), o Neto Macaé. “Precisamos cobrar com firmeza, pois os serviços de iluminação pública já são pagos pelos cidadãos na conta de energia elétrica”, lembrou Luiz Fernando Pessanha (PT do B).

Já Nilton César Pereira (PROS), o Cesinha, e Marcel Silvano (PT) aproveitaram para chamar a atenção sobre o não atendimento das emendas impositivas, tema recorrente no Legislativo municipal. “É algo vexatório. Propomos emendas após elaboração com os grupos que serão beneficiados e elas não são atendidas. É um desrespeito a esta Casa”, protestou Marcel. A proposição de Eduardo foi aprovada por unanimidade.

Jornalista: Marcello Riella Benites

 

Deixe uma resposta