Iluminação pública em debate na Câmara



 <span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif; font-size: 14px;">Julinho do Aeroporto&nbsp;</span><span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif; font-size: 14px;">disse que percorreu vias da cidade e constatou que os setores nobres são melhor iluminados.</span>

Um requerimento de Júlio César de Barros (PMDB), o Julinho do Aeroporto, solicitando informações ao Executivo sobre a manutenção da iluminação pública gerou um debate na sessão desta terça-feira (11), na Câmara Municipal de Macaé. Ele disse que percorreu vias da cidade e constatou que os setores nobres têm uma iluminação melhor que os populares.
 

“Nesses pontos escuros, corremos o risco de atropelar alguém, de sermos atropelados e, inclusive, assaltados”, disse o vereador. “É comum, também, encontrarmos postes com lâmpadas acesas durante o dia, o que é um desperdício de energia”, acrescentou Maxwell Vaz (SDD).
 

Marvel Maillet (Rede) afirmou que alguns projetos sociais não estão podendo ser realizados à noite em praças do município por falta de iluminação, mesmo tendo profissionais voluntários para realizá-los. Welberth Rezende (PPS) também participou do debate: “Temos encontrado, junto ao setor responsável, a alegação de que falta material para reparos nos pontos de luz”. A proposição do peemedebista foi aprovada por unanimidade.

&nbsp;

Jornalista: Marcello Riella Benites

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support