Legislativo alerta para possível desativação de posto de saúde na Serra



Câmara discute criação de comissão parlamentar

 

Os rumores sobre o possível fechamento do posto de saúde de Glicério, distrito da Região Serrana, entraram na pauta na sessão da Câmara Municipal de Macaé desta quarta-feira (22). Além da aprovação de um requerimento de Maxwell Vaz (SDD) que pede uma posição oficial da prefeitura, o Legislativo agendará uma audiência pública para tratar do tema.

 

“Há pelo menos um mês recebo inúmeros contatos de moradores preocupados com essa possibilidade. O posto está com problemas sérios de infraestrutura que prejudicam o funcionamento e o prefeito precisa dar uma resposta para esse caso”, frisou Maxwell.

 

Durante discussão da matéria, Welberth Resende (PPS), que preside a Comissão da Saúde, declarou ter feito contato com o Executivo. “A secretaria responsável me informou que o posto não será fechado”. Enquanto a sessão ocorria, Welberth ainda agendou uma reunião na Secretaria de Saúde na quinta-feira (23) e convidou os demais vereadores para acompanhá-lo.

 

Marcel Silvano (PT) também demonstrou preocupação com o caso. Em seguida, Marvel Maillet (Rede) revelou uma conversa com o presidente da Associação dos Moradores de Glicério confirmando a possibilidade. Ele e Márcio Bittencourt (PMDB) sugeriram criar uma comissão parlamentar com o objetivo de monitorar o caso e reforçaram a necessidade de uma audiência pública com os moradores do distrito.

 

“Sabemos que essa é uma possibilidade concreta. O posto de Glicério está com falta de medicamentos, material e equipamentos para a realização de exames, entre outros problemas. Eu realmente acho que os atendimentos de emergência acabarão e o local será apenas um PSF (Programa de Saúde da Família). Estou disposto a fortalecer a luta desta Casa contra o fechamento”, concluiu o presidente Eduardo Cardoso (PPS).

 

 

 

Jornalista: Júnior Barbosa

Deixe uma resposta