Legislativo comemora aniversário da cidade



Dercy Gonçalves e o gerente da Unidade de Negócios da Bacia de Campos, Carlo

Dercy Gonçalves e o gerente da Unidade de Negócios da Bacia de Campos, Carlos Eugênio Melro Silva da Resurreição, estiveram entre os agraciados com o Título de Cidadania Macaense, conferido pela Câmara Municipal de Macaé, ontem, durante a sessão solene comemorativa dos 194 anos de emancipação do município, no Macaé Centro. O prefeito Riverton Mussi (*PMDB) integrou a mesa, juntamente com autoridades civis e militares. Durante a sessão, o Legislativo prestou uma homenagem a um dos compositores do Hino de Macaé, Lucas Vieira, falecido no dia 6, aos 77 anos.         

A Banda da Sinfônica do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, sob a regência do mestre de música, subtenente Moura, abriu o evento. O Hino de Macaé foi interpretado pelo saxofonista Roberto da Silva Figueira, parceiro musical de Lucas Vieira. Estiveram presentes na sessão presidida por Eduardo Cardoso (PPS): George Jardim (*PMDB), Jorge de Jesus (PMN), Júlio César de Barros (sem partido), Luiz Fernando Pessanha (sem partido), Maria Helena Salles (PSDB), Marilena Garcia (PT), Maxwell Vaz (PT), Paulo Paes (PSDB) e Pedro Reis (PSDB).

Pedro Reis conferiu Título de Cidadania Macaense ao presidente da Lira dos Conspiradores, Lauro Nunes do Nascimento Reis, à funcionária pública, Kátia Valenty Rodrigues Silva, a Jorgina Célia da Cunha Rego e a Dolores da Costa Bastos (Dercy Gonçalves) que agradeceu: “Se eu não fugisse de Madalena para Macaé, não seria Dercy Gonçalves. Macaé está na minha vida e dentro da minha alma”. Pedro Reis considerou que ela, aos 102 anos, é um exemplo de vida.

O presidente da Câmara, Eduardo Cardoso, agraciou com Título Cidadania: a bancária, Tatiana Figueiredo G. de Souza e o tenente coronel dos Bombeiros Militares, Renato Caldas Farias, “pela obstinação e dedicação com que atuam em seus segmentos do serviço privado e público”, justificou. Ele convidou o prefeito para entregar esse título ao coordenador odontológico do Município de Macaé, Paulo Roberto Reis Seady, indicado por Chico Machado (PPS), que se encontra de licença médica. 

George Jardim concedeu Título de Cidadania a Cláudio Muniz Lopes Ramalho, à Cíntia Pessanha de Araújo Campanati, a Carlos Magno Cunha Campanati, a Luiz Henrique de Souza Fragoso, a Roberto Sampaio Corrêa e a Sérgio Tolledo de Oliveira. “Estamos aqui agraciando o empresário, o produtor rural e o servidor público, que geram empregos e que prestam bons serviços à sociedade”, discursou. Jorge de Jesus indicou o senador Marcelo Crivella (PMN) para receber Título de Mérito Político. O deputado federal Vieira Reis (PMN) compareceu representando o senador. O vereador considerou Crivella “um político que tem feito muito por Macaé, ajudando o prefeito Riverton Mussi”.

Luiz Fernando Pessanha outorgou Título de Cidadania à funcionária pública, Mara Barreto; de Mérito Municipal à professora e administradora da rede particular de ensino, Mariza Maia Curvelo, e de Mérito Político ao secretário executivo de Indústria, Comércio, Desenvolvimento e Energia de Macaé, Alexandre Castanhola Gurgel. O vereador solicitou a realização de uma sessão solene, em setembro, para homenagear todas as professoras empreendedoras dos colégios particulares do município.

Maria Helena de Siqueira Salles conferiu Título de Cidadania a Paulo da Silva, a Osvaldo Rodrigues Moreira, ao médico coordenador do Centro de Terapia Intensiva do Hospital Público de Macaé, Fernando de Siqueira Baptista e à professora Maria de Maris Sarmento. Ela destacou a importância do empreendedorismo com responsabilidade social, a valorização da pesca e concluiu: “Homenageamos, assim, todos que chegam de diversas localidades do Brasil e de fora dele trazendo para nós força de trabalho com dedicação e que nos ajudam a desenvolver essa cidade”.

Marilena Garcia agraciou com Título de Cidadania Tânia Monnerat Navega, Ilma de Souza,     Zoraia Braz Sobrinho Dias e Dilma de Andrade Negreiros. Ela ressaltou Lucas Vieira e a biografia das homenageadas. “Estas são mulheres que têm uma história de talento e dedicação”, disse. A vereadora, ainda, elogiou a reforma administrativa e citou a entrada do Partido dos Trabalhadores no Governo Riverton Mussi como meio de promover a união com o Governo Federal.

Maxwell Vaz conferiu Título de Cidadania ao gerente da Unidade de Negócios da Bacia de Campos, Carlos Eugênio Melro Silva da Resurreição, ao petroleiro, Jorge de Brito Batista,  e a Carlos de Souza Basílio, também como forma de homenagear a cultura do samba. Ele salientou: “A riqueza produzida pela Petrobras é produzida para o Brasil. Ela é uma empresa cidadã que abraça o município de Macaé sempre que é chamada”.

O desembargador Savino Filho discursou representando o Poder Judiciário e o vereador Jorge de Jesus, o Legislativo. Em seguida, Riverton Mussi usou a palavra e considerou Macaé uma cidade cosmopolita. “Com o Título de Cidadania a responsabilidade com o município aumentará ainda mais”, disse aos agraciados. Ele também abordou o estreitamento das relações políticas com os governos estadual e federal. “A busca de parcerias foi necessária para acabar com o isolamento em que o município se encontrava”, enfatizou. No evento estavam presentes autoridades civis e militares, representantes de órgãos públicos e da sociedade civil organizada, secretários municipais e o prefeito de Araruama, Francisco Carlos Fernandes Ribeiro.

*Filiação não formalizada.

Deixe uma resposta