Macaé arrecada 93% a mais em royalties e supera estimativas

Em cumprimento à Lei Orgânica, a Prefeitura de Macaé realizou uma audiência pública para apresentação das receitas arrecadadas no primeiro quadrimestre de 2017. O ato aconteceu na tarde da última quarta-feira (31), na Câmara Municipal, e apresentou números 17,9% acima do esperado, totalizando R$ 742,4 milhões. Os royalties, com R$ 141 milhões e arrecadação de 93% a mais do que o previsto, são os principais responsáveis pelo superavit.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, a cidade só arrecadou menos com receita própria líquida, que incluem impostos como o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), com queda de 10,8% e total de R$ 26 milhões.

Em educação, a prefeitura já liquidou R$ 135 milhões e planeja gastar R$ 407 milhões no ano. Em seguida, vêm as despesas com saúde, que estão em 32% do total e devem atingir a marca de R$ 334 milhões. O limite mínimo constitucional é de 15% do orçamento.

Caso o superavit na arrecadação se mantenha, é possível que Macaé ultrapasse a estimativa de orçamento para o ano, que é de R$ 1,9 bilhão. Em 120 dias, o Executivo já tem 39% do total previsto.

 

Legislativo critica contratações temporárias

Assim como nos quadrimestres anteriores, a folha de pagamento dos servidores da prefeitura continua acima do limite máximo estabelecido pela lei (54%) e fechou as contas em 55,6%. O limite prudencial é de 51,3% de todo o orçamento. Apesar disso, o controlador geral do município, Luiz Carlos Cunha, divulgou que a prefeitura extinguiu 678 vagas extraquadro neste ano.

“A última reforma administrativa foi fundamental para que diminuíssemos em quase R$ 150 milhões as despesas com pessoal, e os números estão em queda constante, mas a nossa arrecadação caiu muito nos últimos anos”, acrescentou.

Ainda assim, Maxwell Vaz (SD) não poupou críticas. “Se temos um quadro de servidores acima de cidades bem maiores, não é compreensível que a prefeitura continue com a prática de convocações para contratos temporários. A conta nunca vai fechar”, finalizou.

Os vereadores Valdemir da Silva Souza (PHS), o Val Barbeiro, e Marvel Maillet (Rede) também participaram da audiência pública.

 

Jornalista: Júnior Barbosa

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support