Maioria rejeita pedido para esclarecer pagamento de subsídio ao prefeito



Requerimento é de Maxwell Vaz (SDD).

Por 8 votos a 7, o Legislativo rejeitou o pedido de explicação ao prefeito Aluízio dos Santos Júnior…

Por 8 votos a 7, o Legislativo rejeitou o pedido de explicação ao prefeito Aluízio dos Santos Júnior (PMDB) sobre a decisão de voltar a receber o subsídio do cargo. Em outubro de 2015, o chefe do Executivo anunciou, na Câmara Municipal de Macaé, que abria mão do benefício como forma de amenizar os impactos da crise econômica no orçamento da prefeitura. Maxwell Vaz (SDD) é o autor do Requerimento 533/2017, discutido na sessão desta quarta-feira (3).

Coube ao vice-presidente Júlio César de Barros (PMDB), o Julinho do Aeroporto, desempatar com um voto contrário. De acordo com o Regimento Interno da Câmara, o presidente deve proferir voto a requerimentos e indicações em caso de empate. No momento em que o placar apontava 7 votos a favor e 7 contra, Julinho conduzia a sessão.

“Não sou contra o prefeito receber pelo cargo que ocupa. Porém, ele veio até esta Casa para comunicar a sua decisão e, agora, deve explicar os motivos que o fizeram voltar a ter o benefício. Aliás, ele tomou essa iniciativa porque deveria escolher entre o salário de médico e o de prefeito, como estabelece a lei”, defendeu Maxwell.

O líder do governo, Márcio Bittencourt (PMDB), rebateu os argumentos de Maxwell e orientou a bancada a votar contra. “A decisão tomada foi referente ao mandato passado e o prefeito está no direito dele. Este requerimento está equivocado e não precisamos criar constrangimentos a qualquer custo”, defendeu.

Luiz Fernando (PT do B) e Marcel Silvano (PT) fizeram discursos em defesa do requerimento e também cobraram explicações do prefeito. O presidente Eduardo Cardoso (PPS) seguiu a posição do bloco oposicionista. “Não vejo problemas em pedir esclarecimentos e, por isso, voto a favor”, declarou.

Jornalista: Júnior Barbosa

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support