Museu do Legislativo: não houve suplementação de R$ 7 milhões



 <span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif; font-size: 14px; text-align: justify;">O PL 55/2015 anulaou verbas com destinações diversas na Casa para reforçar despesas que a Mesa Diretora decidiu priorizar.</span>

O vereador Maxwell Vaz (SD) esclareceu, nesta quarta-feira (28), que a Câmara Municipal de Macaé não suplementou R$ 7 milhões para garantir a criação do Museu do Legislativo, como informou um jornal da cidade. Segundo ele, o projeto de lei (PL) 55/2015, aprovado na terça-feira (28), anulava verbas com destinações diversas na Casa para reforçar despesas que a Mesa Diretora decidiu priorizar. “Nessas anulações estavam dotações para o Museu, para as quais eu solicitei a reposição à presidência”, explicou.
 

As dotações a serem repostas são de aproximadamente R$ 840 mil. O presidente da Câmara, Eduardo Cardoso (PPS), se comprometeu a repor os valores destinados ao Museu. “É preciso esclarecer que não houve acréscimo de R$ 7 milhões para a implantação do Museu do Legislativo, os recursos do orçamento foram apenas remanejados.”
 

De acordo com o presidente, os vereadores da Mesa Diretora consideram o Museu importante porque resgata e preserva parte da história de Macaé. “E mesmo com os investimentos no Museu do Legislativo, a Câmara conseguirá economizar e devolver aproximadamente R$ 10 milhões para o Executivo”, afirmou Eduardo Cardoso.
 

Jornalistas: Marcello Riella Benites e Adriana Corrêa

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support