Nota Oficial

Foto:Arquivo

Arquivo Câmara Municipal de Macaé

A Câmara Municipal de Macaé recebeu, com surpresa, as declarações do prefeito Aluízio dos Santos Júnior (PSDB) feitas em seu perfil oficial no Twitter, promovendo ataque ao Poder Legislativo, na noite desta quinta-feira (12).

Após o vereador Marcel Silvano (PT), exercendo o papel de fiscalizador da cidade, apresentar um problema de iluminação pública, o chefe do Executivo respondeu com as seguintes palavras: “A gente podia pedir para aquela rapaziada que não faz nada na câmara (sic) e que ganha um dinheirão para ajudar.”

Esta Casa rejeita as acusações feitas pelo prefeito e as considera desrespeitosas. Tais atitudes geram uma lamentável instabilidade institucional. Todo vereador tem, não apenas o direito, mas o dever de cobrar soluções dos problemas de interesse público, como iluminação, transporte, saúde, educação, entre outros.

A democracia se faz com os poderes instituídos funcionando. Cabe à Câmara, por meio de seus parlamentares, identificar se todos os serviços públicos estão atendendo à coletividade.

O Legislativo macaense ressalta que cumpre todas as determinações dos órgãos de controle, como o Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) e o Ministério Público (MP). Ao nosso ver, o prefeito, que já atuou como legislador no Congresso Nacional, sentir-se incomodado com um parlamentar exercer o seu papel, demonstra desapego aos poderes constituídos democraticamente.

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support