Outubro Rosa: Requerimento cobra ações do Executivo

Foto:Tiago Ferreira

Marvel apresentou também requerimento questionando o uso do Parque de Exposições.

Para marcar o Outubro Rosa, dedicado à luta contra o câncer de mama, Marvel Maillet (Rede) apresentou o Requerimento 547/2018, que solicita à Secretaria de Saúde que informe acerca das ações de conscientização previstas. A proposição foi aprovada por unanimidade, na sessão da Câmara dos Vereadores desta terça-feira (2).

“Não estão sendo feitas mamografias na cidade. Vejo reclamações nas redes sociais de mulheres que já esperam o exame há um ano”, afirmou o vereador, elencando os direitos que pessoas acometidas de câncer têm e com frequência ignoram.

Segundo Marvel, em determinados casos comprovados, os pacientes podem obter renda mensal vitalícia, aposentadoria por invalidez, liberação do FGTS e PIS; isenção de imposto de renda, ICMS, IPI e IPVA; quitação da casa própria, transporte público gratuito e reconstrução da mama.

“Consegui nesta Casa aprovação de emenda impositiva ao orçamento no valor de R$ 400 mil para a compra de mamógrafo, mas o aparelho não foi comprado”, protestou. Também Maxwell Vaz (SD) mencionou emendas aprovadas com esse fim. “O que ocorre é que os valores previstos são remanejados para outras destinações”.


CPI da Saúde

Ele mencionou até a necessidade de abrir uma Comissão Parlamentar de Investigação (CPI). “Temos um fundo com recursos de R$ 400 milhões e não se faz nem PSA”, disse ele, referindo-se à sigla em inglês para Antígeno Prostático Específico, exame para detectar câncer de próstata. O vereador acrescentou ainda a ideia de fazer um abaixo-assinado com mulheres apoiando a abertura de uma CPI.

O presidente Eduardo Cardoso (PPS) lamentou a situação. “Quando se faz a mamografia, 90% dos casos de câncer de mama são evitados. Ela devia ser realizada até em mulheres a partir de 30 anos”. Eduardo afirmou que o risco de radiação, que restringia os exames, é cada vez menor nos aparelhos mais novos, graças ao desenvolvimento tecnológico.


Mamógrafo atingido por bala perdida

Marcio Bittencourt (MDB) lembrou ainda o caso de um mamógrafo quebrado, atingido por bala perdida numa das unidades de Estratégia de Saúde da Família das Malvinas, e que não é substituído pelo Ministério da Saúde, porque o município não deu baixa.


Parque de Exposições

Na mesma sessão foi aprovado o Requerimento 456/2018, também de Marvel, que questiona o Executivo sobre as atividades realizadas no Parque de Exposições. Ele criticou a falta de aproveitamento do espaço. “Meu receio é que vire um elefante branco”. Maxwell apoiou o requerimento. “Voto a favor. Mas defendo que o local seja licitado para a iniciativa privada, gerando economia na manutenção e ainda alguma renda com o aluguel”.

Jornalista: Marcello Riella Benites

Deixe uma resposta