Parlamentares reforçam necessidade de asfaltamento da estrada do Sana

Foto:Ivana Gravina

Marcel Silvano afirma que a obra é uma antiga promessa de campanha do prefeito

Há anos, os moradores e os turistas que vão ao Sana, na Região Serrana, enfrentam dificuldades devido às péssimas condições das estradas que dão acesso ao local. Na sessão da Câmara de Macaé desta quarta-feira (8), Marcel Silvano (PT) cobrou da prefeitura o cumprimento de, segundo ele, uma das promessas mais antigas de campanha do atual governo: a pavimentação entre a Barra do Sana e o Arraial do Sana. O pedido foi aprovado por unanimidade.

“Há poucas semanas, aconteceu um belo festival de artes e o turismo foi muito prejudicado porque as vias dificultam a chegada. Os moradores lidam com esse problema todos os dias e nada acontece, enquanto o prefeito se elegeu prometendo o asfalto para a região. Nem a estrada que liga o Frade ao Sana saiu do papel”, afirmou Marcel.

Para reforçar o discurso do petista, Marvel Maillet (Rede) apresentou informações sobre antigas campanhas publicitárias do Executivo que anunciavam as obras, em 2014. “Inicialmente, constava um valor de R$ 49 milhões para a Oriente Construção prestar o serviço. Depois, houve um aditivo de R$ 6 milhões para garantir o asfalto nos dois acessos ao distrito. Agora, fica uma perguntar no ar: o que aconteceu?”

Imediatamente, Robson Oliveira (PSDB) disse que a vencedora da licitação está envolvida em denúncias da operação Lava Jato. “O representante legal da Oriente foi preso por corrupção e esta Casa precisa saber se o total de R$ 55 milhões saiu dos cofres públicos e o porquê de a obra não ter sido feita”, frisou.

De acordo com Márcio Bittencourt (MDB), a prefeitura não fez o pagamento porque a empresa alegou que não tinha condições de cumprir a licitação e, ainda, que o governo está empenhado em realizar o asfaltamento. Já Cristiano Gelinho (PTC) e Luiz Fernando (sem partido) citaram ações de manutenção das estradas com a atual estrutura que a prefeitura dispõe.


Atendimento às mulheres vítimas de violência

Outro requerimento do vereador, aprovado na sessão de hoje, foi o pedido de expansão do atendimento e acolhimento para as mulheres vítimas de violência na Região Serrana. Segundo o parlamentar, a Serra é subnotificada e os casos vêm aumentando. “Em um momento em que os discursos machistas, violentos e homofóbicos se multiplicam, precisamos intensificar as políticas de proteção à mulher”, defendeu Marcel.

Marcio Barcelos (MDB) apoiou a proposta do petista e disse temer que, com o decreto presidencial publicado hoje, que flexibiliza o porte e a posse de armas, a violência contra a mulher cresça ainda mais. “Com a população armada, vai aumentar o número de pessoas que querem fazer ‘justiça com as próprias mãos’ e a mulher é o elo fraco nessa guerra”.

 

Jornalista: Júnior Barbosa e Adriana Corrêa

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support