Planos da Funemac e do COMDAE são apresentados em plenário



O presidente da Funemac, Joelson Tavares, e a equipe do programa COMDAE – representa

O presidente da Funemac, Joelson Tavares, e a equipe do programa COMDAE – representado pela professora, Leda Moraes, e pelo cientista contábil, Alexandre da Silva Lima, compareceram ao plenário da Câmara na manhã de hoje, onde foi realizada uma sessão extraordinária, a convite do vereador e primeiro secretário da Câmara, Maxwell Vaz (PT), em que os convidados apresentaram os trabalhos que vem sendo realizados e os planos para aprimoramento em suas respectivas áreas de competência.

Em entrevista exclusiva, Joelson e Leda, pontuaram os maiores desafios a serem enfrentados pela área educacional. Joelson é médico, professor, acadêmico e macaense. Atualmente, preside a Funemac, que nasceu em 1992, a partir de dois convênios firmados com a UFF – Universidade Federal Fluminense. “O maior desafio, no momento, é conseguirmos implantar um ensino público de nível superior em Macaé. Esse objetivo tem se mostrado como um braço da UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro. Para a construção do prédio, é preciso que a relação do município com o Estado se estreite”, observou.

De acordo com Joelson, há diversos passos a serem seguidos para atingir esse objetivo, como a contratação de professores e que eles façam pesquisas no município. Bem como caberia, à prefeitura, ceder o espaço para a construção da universidade pública.

Outro desafio levantado por Joelson foi a implantação de outros cursos que ofereçam uma resposta tecnológica exigida pelo município e, também, de cursos na área de Ciências Humanas: “para que sejam pensados os caminhos que levaram à atual condição do município”, destacou.

Sobre as prioridades atuais da Funemac, Joelson enfatizou: “é preciso efetivar os convênios com a UFRJ, os cursos de Química, Biologia e Farmácia; e o curso de Direito com a UFF, bem como instalar os escritórios jurídicos no município”, afirmou.

Vencidas essas etapas, os esforços serão concentrados para a implantação do curso de Medicina, em 2009. “Mas para que o curso de Medicina possa começar é preciso que haja toda uma estrutura de laboratórios, equipamentos e parcerias com hospitais, por exemplo”, citou.

Joelson enfatizou que o desenvolvimento da educação no município deve ser um clamor de toda a sociedade: “para que continue em constante evolução independente de quem estiver no governo”, lembrou. Ele destacou, além do engajamento da sociedade, a importância do apoio da Câmara: “a Câmara é a voz do povo, a representante legal da população”, afirmou.

COMDAE:

O COMDAE é um programa da Prefeitura que, ao pé da letra, quer dizer: Comissão Multiprofissional de Dinamização e de Apoio Operacional em Prol do Educando. Foi apresentado ao prefeito no dia 2 de maio de 2007 e de acordo com sua representante, Leda Moraes, pretende atingir um Título de Utilidade Pública, através do apoio à crianças e adolescentes que estudam na rede municipal. “O maior sonho do COMDAE é ter apoio de todas as secretarias do município”, disse. E, ainda, que até o final de 2008, possa atender toda a rede municipal de ensino.

Atualmente, o COMDAE atua em cinco escolas do setor vinho, que inclui o Ciep Nova Holanda e a Escola de Pescadores. “Nossa missão é dar valor aos valores que estão se perdendo, como o respeito ao professor e ao ser humano”, afirmou Leda. Segundo Alexandre, o programa visa combater fatores de risco social como a pobreza e suas mazelas e o alcolismo, por exemplo. Assim, desenvolve-se fatores de proteção social, como desenvolvimento da auto-estima, através de ações positivas pelo esporte, dança e cultura; com ênfase nas aptidões positivas de cada aluno.

No caso de alunos com baixo rendimento devido aos lares desfeitos, o diretor da escola pode intervir e a equipe visita a casa do estudante. A proposta é acima de tudo garantir os direitos da Cidadania às crianças e adolescentes que vivem em situação de risco social.

“Buscamos o voluntariado e todo tipo de apoio e parceria que nos ajude a estar presente nas escolas municipais. Atualmente, estamos carentes de material esportivo, transporte e computadores próprios”, ressaltou Leda. Lembrando que o programa conta com o apoio da Petrobras e da Schain.

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support