Reforma administrativa passou por ajustes



O relator da Comissão Permanente de Constituição, Justiça e Re

O relator da Comissão Permanente de Constituição, Justiça e Redação e Garantias Fundamentais, Maxwell Vaz (PT) disse que está tendendo a dar parecer positivo ao projeto de lei complementar do Executivo 001/07, que trata da reforma administrativa do governo municipal. Em reunião realizada hoje, às 9h, na Sala das comissões, a procuradora geral do município, Maria Auxiliadora Moura Ferreira, declarou que ainda hoje faria as alterações no texto final, sugeridas pelo Legislativo para que o PLCE 001/07 retorne o quanto antes aos parlamentares.  O presidente da Câmara, Eduardo Cardoso (PPS), destacou que as comissões estão envolvidas em um trabalho criterioso e compromissado e, por isso, não estipulará prazo para a votação da matéria.

Essa foi a quinta reunião entre vereadores para discutir a reforma e a primeira com a procuradora-geral. Eduardo Cardoso salientou que desde a chegada da matéria à Câmara, essa está sendo examinada por vereadores e procuradores do Legislativo. “Este é o final de um trabalho de reajustes. Em seguida a procuradoria devolverá o projeto para o parecer final das comissões”, explicou. O vereador sugeriu, durante a reunião, que no texto fosse inserido de forma clara que o Fundo Municipal da Saúde seja o único gestor dos recursos do setor, como determina a Constituição Federal.

O relator, Maxwell Vaz, que fez uma avaliação detalhada do projeto, tanto quanto ao conteúdo, como quanto à forma, identificou algumas não-conformidades, que, segundo a procuradora, serão corrigidas. “Não queremos apenas aprovar uma demanda do Poder Executivo. O Legislativo pretende contribuir significativamente para que esse projeto tenha acertos, tanto na forma, quanto na constitucionalidade, para montarmos uma nova fase de administrar”, salientou o vereador. Ele sugeriu um sumário para a nova lei, que é extensa, a fim de facilitar o manuseio, e ainda, que a nova Coordenadoria de Inspeção de Produtos Industrializados de Origem vegetal, que irá atender a Secretaria Executiva de Pesca e a Secretaria Executiva de Agropecuária, integrantes da Secretaria Especial de Desenvolvimento Local, seja também de inspeção animal.  Vaz também observou que o texto se referia ao Conselho de Integração Governamental, vinculado à Secretaria Municipal Especial de Governo, (art.18) sem fazer referência anterior a sua criação. Além disso, ele esclareceu que alguns cargos serão extintos e outros criados e, por isso, estão previstos alguns remanejamentos, mas não demissões.

O vice-presidente da Câmara, George Jardim (sem partido) indicou a criação da Coordenadoria Geral de Administração Regional com o objetivo de absorver os coordenadores regionais. Ele considera que essa coordenadoria é fundamental para maior eficiência da administração pública, visto que os distritos da Região Serrana possuem uma extensa área urbana. A vereadora Marilena Garcia defendeu a necessidade de qualificação da juventude macaense na área de ciência e tecnologia. “A educação é a essência de qualquer transformação”, declarou.

A procuradora-geral considerou importantes esses reajustes no projeto, em comum acordo com os vereadores, como forma de aperfeiçoá-lo. Maria Auxiliadora informou que o PLCE 001/07 criará um novo fundo que será ligado à secretaria Especial de Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon). Esse fundo será um instrumento para que o órgão possa punir materialmente empresas infratoras e demonstra um cuidado do município para com o consumidor. “O maior sentido da reforma é fazer com que as ações não sejam isoladas e, sim, voltadas para os mesmos objetivos. 14  pessoas vão se dedicar à articulação das secretarias e órgãos afins nelas agregados, facilitando o acesso ao Gabinete. Representa uma diminuição de custos, uma vez que evita desperdícios por duplicidade de serviço entre secretarias . Eu acredito que essa reforma administrativa vá provocar um choque de gestão”, avaliou a procuradora. Estiveram presentes na reunião: a secretária municipal de Planejamento e Coordenação Geral, Carla Mussi Ramos, o assessor especial do Gabinete do Prefeito, Nelson Mussi Rocha, o procurador cedido para a Câmara, Rodrigo de Oliveira Cavour e o consultor jurídico, Flávio Geraldo de Almeida Moreira.

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support