Secretário de Segurança visita Macaé



O vice-prefeito Carlos Augusto, em exercício por motivo de viagem do prefeito River

O vice-prefeito Carlos Augusto, em exercício por motivo de viagem do prefeito Riverton Mussi, recebeu no gabinete, às 12h, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame que estava acompanhado pelo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ubiratan de Oliveira Angelo
e pelo chefe de Polícia Civil, Gilberto da Cruz Ribeiro. Após a reunião o secretário anunciou o acréscimo imediato de 30 policiais militares ao efetivo local e que o convênio para instalação da Delegacia Legal deverá ser firmado na próxima semana.

O vereador Jorge de Jesus (PRB) considerou a visita do secretário o primeiro passo para a reversão do quadro de violência no município e considerou importante a reivindicação de melhores condições de trabalho para a polícias Civil e Militar. “As viaturas da PM estão sucateadas e a Civil tem apenas um carro. É preciso também criar estratégias para que os policiais criem  vínculos afetivos com Macaé”, ressaltou.

O secretário disse também que medidas para melhorias no Instituto Médico Legal de Macaé serão definidas prioritariamente, além de outras ações que não podem ser reveladas por motivos estratégicos. Ele descartou a presença do exército e da Foça Nacional, no momento, e disse que os municípios têm que buscar suas próprias soluções, com o auxílio da Secretaria de Estado. “Estamos trabalhando dioturnamente a fim de minimizar o problema”, declarou.

O coronel Ubiratan disse que o novo efetivo atuará no policiamento comunitário e em ônibus e que ficou acordado um trabalho integrado, quanto ao policiamento ostensivo, com a Guarda Municipal de Macaé. A Policia Militar ofereceu ao município um treinamento em conjunto. Ele comentou sobre as três prisões de policiais militares, sendo uma ontem, do oficial, tenente Lima, e outra na manhã de hoje, do PM Mello, envolvidos com a criminalidade no município.

As prisões foram decorrentes da Operação Morfeu que constitui investigações das polícias Federal e Estadual e do Ministério Público Estadual.  “ Policiais em desvio de conduta é para nós motivo de grande tristeza. Gostaria de parabenizar o brilhante trabalho de investigação da Polícia Federal”, disse.

O comandante do 32o Batalhão da Polícia Militar de Macaé, tenente-coronel Rosano Augusto Souza, disse que um cinturão de policiamento integrado da Polícia Militar está sendo montado para reprimir a criminalidade. Alguns dos participantes da reunião foram ao IML de Macaé para uma vistoria. Estavam presentes: o coronel do 3º Comando de Policiamento do Interior, José Alberto Marques, que supervisiona quatro batalhões locais, o delegado da 123º
Delegacia de Polícia de Macaé, Daniel Gomes, entre outros delegados regionais, o comandante da Guarda Municipal, Antônio Franco, o presidente da Mactran, Lúcio Aracati, o comandante da Defesa Civil, Erick Shuller, o delegado de Polícia Federal, Eduardo Fontes e o coronel do Corpo de Bombeiros, Renato Caldas, além de representantes da sociedade civil organizada. O secretário de Estado, Christino Áureo, foi representado por seu assessor Gilberto Áureo.

Deixe uma resposta