Secretário é convocado para responder sobre a PPP do esgoto

Foto:Ivana Gravina

Maxwell responsabilizou o Executivo pela paralisação das obras de saneamento.

Os parlamentares da Câmara Municipal de Macaé aprovaram, na sessão desta terça-feira (12), a convocação do presidente do Fundo da Parceria Público-Privada do saneamento (PPP do esgoto), o secretário de Obras Saulo Ramos. Ele dará explicações sobre a interrupção do projeto de saneamento e a previsão para a retomada e a conclusão desse trabalho. A proposta foi do vereador Maxwell Vaz (SD), que contou com a adesão dos presentes.

Para Maxwell, o ideal seria que o próprio prefeito Aluízio dos Santos Júnior (MDB) respondesse sobre essas questões, já que, segundo o vereador, o chefe do Executivo está caminhando para o fim do segundo mandato sem resolução do problema. “As obras de coleta e tratamento de esgoto foram paralisadas por falta de investimentos do governo municipal, que não vem cumprindo a sua parte na PPP do esgoto. A convocação é uma tentativa de dar satisfação à população que sofre com o problema.”

De acordo com o vereador Nilton César Moreira (Pros), o Cesinha, as obras serão retomadas e o calendário de obras divulgado. “Obtive essas informações no gabinete do prefeito. Um dos motivos da paralisação das obras foi a falta de solução para as águas pluviais no projeto da PPP. Se ele seguisse adiante, a rua teria que ser quebrada duas vezes”, esclareceu.

A argumentação de Cesinha foi refutada por Maxwell Vaz. Ele afirmou que o projeto de drenagem já existe e precisa apenas de manutenção.

Já o parlamentar Luiz Fernando Pessanha (PTC) denunciou a demora dos caminhões limpa-fossa quando são chamados pela população. “Eles levam até um mês para atender um pedido. Além disso, há muitas comunidades com ruas sem pavimentação, com esgoto a céu aberto e sem qualquer previsão de coleta e tratamento do esgoto”, denunciou.

Jornalista: Adriana Corrêa

Deixe uma resposta