Vereador aguarda explicações oficiais do MACPREVI



O vereador Luiz Fernando Borda Pessanha (PMDB) solicitou na sessão ordinária

O vereador Luiz Fernando Borda Pessanha (PMDB) solicitou na sessão ordinária desta quarta-feira (26) que fosse endereçada uma carta para o diretor financeiro do Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Macaé (MACPREVI), Júlio César Marques, para que este comparecesse na Câmara Municipal e esclarecesse as denúncias feitas contra instituição. “Vou cobrar explicações oficiais de tudo que disse em plenário na semana passada”, garantiu o vereador.

Segundo Luiz Fernando, o diretor financeiro usou espaço em veículos de comunicação da cidade para fazer criticas pessoais contra o vereador ao invés de explicar a questão da MACPREVI. “Júlio César deveria ter utilizado o espaço em um jornal para esclarecer a denúncia que fiz ao MACPREVI e não me atacar com insultos. Não entendi porque ele perdeu a oportunidade de explicar aos servidores o que realmente esta acontecendo com aplicação do instituto”, ressaltou.

O vereador frisou, no debate em plenário, que quer o melhor para Macaé e para o servidor público. “Vou aguardar a presença de Júlio César aqui na casa. Vou trazer o dossiê que tenho em mãos e farei todas as perguntas que devem ser respondidas para esclarecer a questão do MACPREVI. Espero que tenham provas oficiais para nos apresentar”, disse.

De acordo com Luiz Fernando, é importante que o servidor público tenha garantia da rentabilidade e integridade quando se aposentar. “O investimento nas aplicações financeiras que garantirá daqui alguns anos o capital de aposentados e pensionistas”, falou.

Luiz Fernando afirmou na sessão ordinária que quer discutir a essência das questões do MACPREVI. “Tenho convicções das coisas que falo. O que disse aqui será sustentado por mim. Então, Júlio César está sendo convocado e não convidado para comparecer na Câmara Municipal. Não quero ataques pessoais. Quero ele presente na sessão para provar a todos o que acontece com o MACPREVI. Essa questão tem que ser explicadas para todos e não apenas para mim. Quero segurança e estabilidade nas aplicações. Eu não quero colocar servidor contra MACPREVI  e vice-versa”, argumentou.

A vereadora Marilena Garcia (PT) disse estar ao lado de Luiz Fernando na questão do MACPREVI. “Quando o vereador fez referencias da questão debatida não citou nomes. A reação foi o ataque a Luiz Fernando ao invés de ser explicações do que realmente esta acontecendo. As pessoas algumas vezes não entendem que este é o papel do vereador. Conte comigo no que for possível”, finalizou.

Deixe uma resposta