Vereadores apresentam reivindicações ao novo comandante do 32° BPM



Novo comandante se comprometeu a aproximar coorporação do governo e dos cidadãos

Após envio de convite da Câmara Municipal de Macaé, o novo comandante do 32° Batalhão da Polícia Militar (BPM), o tenente-coronel Marco Aurélio Vollmer, participou da sessão desta terça-feira (15) e apresentou propostas para o combate à violência local, que vem apresentando dados alarmantes. A autoridade defendeu maior integração do órgão com o governo e os cidadãos.

 

Antes de ser designado para o novo posto, Marco Aurélio Vollmer estava na Academia de Formação da Polícia Militar e também foi, por quatro anos, Secretário de Segurança de Araruama, entre outras atividades desempenhadas em seus 25 anos de corporação.

 

“É uma missão árdua, pois sei que a região apresenta os mesmos desafios da capital. Vamos trabalhar com muita responsabilidade e conto com a parceria da cidade e dos governantes para que haja nova aproximação. Juntos, podemos fazer bem mais e melhor”, disse.

 

A iniciativa de ceder o Grande Expediente ao comandante Vollmer partiu do vereador Nilton César (Pros), o Cesinha, que voltou a defender a volta do Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) para os distritos da Região Serrana além de, juntamente com os demais parlamentares, cobrar medidas contra as irregularidades do programa Rodando Legal.

 

Câmara defende medidas preventivas de combate à violência

 

Igor Sardinha (PRB) defendeu maior efetivo para o batalhão, responsável por atender mais cinco municípios, além de Macaé. “O número de policiais não é suficiente e bem abaixo do ideal, se compararmos com alguns bairros da Zona Sul do Rio de Janeiro”, criticou.

 

Maxwell Vaz (SD) reforçou a necessidade de parceria do governo municipal com a Polícia Militar, enquanto Amaro Luiz (PRB) lembrou que é preciso haver programas de inclusão social. “O Estado é omisso”, criticou. Sobre o tema, Vollmerafirmou que já há projetos de maior integração com a sociedade, como a abertura do campo de futebol do batalhão, promovendo atividades sociais no local.

 

O tráfico de drogas foi abordado pelos vereadores Júlio César de Barros (PPL), o Julinho do Aeroporto, e Chico Machado (PSB). Já José Prestes (PV) e George Jardim (PMDB) reforçaram pedido para que a Região Serrana receba ações de prevenção e de combate à violência. Paralelamente, Marcel Silvano (PT) pediu políticas de segurança com mais humanidade e inclusão social.

 

O novo comandante ainda declarou que a PM já está atuando em operações especiais de final ano e de Natal, com objetivo de evitar atos prejudiciais ao bem comum, como utilização de carros com equipamentos sonoros em alto volume depois do horário permitido. Paulo Antunes (PMDB) elogiou a atitude e lembrou que a Lei do Silêncio, de sua autoria, já está em vigor, prevendo até multa aos infratores.

 

Para colaborar com os trabalhos do 32° BPM, cidadãos podem fazer denúncias anônimas, por meio dos telefones (22) 2765-7296 e 98168-2344 (Whatsapp) ou pelo e-mail: denuncia32bpm@gmail.com.

 

 

Jornalista: Júnior Barbosa

 

Deixe uma resposta