Vereadores aprovam projeto Art-Luz



Na sessão ordinária desta quinta, dia 13, o Legislativo municipal aprovou po

Na sessão ordinária desta quinta, dia 13, o Legislativo municipal aprovou por unanimidade, em primeira e segunda votação, o projeto de Lei do Executivo,
E-073/2007, que legaliza e dá outras providências para o projeto Art-Luz. O Art-Luz esteve representado na platéia pela coordenadora, Ângela de Almeida Terra Agostinho, seus alunos e professores.

O projeto consiste em promover cidadania e arte através de aulas de jazz, capoeira, jiu-jítsu, canto, violão, teatro, dança de rua, pintura em tela, entre outros, para as comunidades mais carentes do município. Para participar do projeto é importante que a criança ou o adolescente esteja estudando e freqüentando a escola regularmente.

Em 2008, o projeto Art-Luz completa 10 anos de existência. Ao longo do tempo, o projeto tem apresentado impactos e conseqüências sociais às comunidades que se privilegiam pela inserção de um dos núcleos do projeto.
O projeto atende 1,7 mil crianças, adolescentes e mulheres em cinco núcleos: Sana, Fronteira, Malvinas, Morro de Sant’Anna e Parque Aeroporto e, em breve, funcionará na Associação de Moradores do Morro de São Jorge.

A vereadora, Marilena Garcia (PT), disse que o projeto é expert em “transformar arte em luz”. Ela parabenizou a responsável, Ângela Terra, e destacou a importância do Art-Luz para o resgate de jovens do município de Macaé.

O vereador, Maxwell Vaz (PT), por sua vez, elogiou o prefeito por enviar “essa matéria para a Casa”. Ele lembrou o quão imprescindível era aprovar um projeto bem estruturado para que não fosse derrubado em governos posteriores: “agora, sim, o grupo ganha identidade. O primeiro projeto que veio apresentava dois artigos que o tornavam inconstitucional”, afirmou.

O vereador, Pedro Reis (PSDB), contou que acompanhou o início do projeto Art-Luz quando era líder do PSDB. “Este projeto é luz que respira. Fez-se justiça, aqui, na manhã de hoje”, disse.

O presidente da Câmara, Eduardo Cardoso (PPS), ressaltou, também em relação a esse projeto, o trabalho das comissões permanentes, que deram o parecer, “através da realização de uma tarefa árdua e, ainda, o empenho da procuradoria da Casa.

O líder do governo na Câmara, Paulo Antunes (PMDB), defendeu – desde o início da sessão – a aprovação do projeto, na certeza de que este seria aprovado por unanimidade, em primeira e segunda votação.

O vereador, Jorge de Jesus (PRB), incentivou os jovens do projeto a seguirem em frente com seus objetivos e disse, ainda, que “a aprovação da matéria é justiça do prefeito, Riverton Mussi (PMDB), e dos vereadores. Além de ser uma satisfação para Macaé”.

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support