Vereadores denunciam esgoto e condições de trabalho dos guarda-vidas



Assuntos foram apresentados por requerimentos oficiais

A retirada dos containers que funcionavam como apoio para os bombeiros guarda-vidas em algumas praias da cidade foi debatida na sessão desta quarta-feira (9), na Câmara Municipal de Macaé. O vereador Igor Sardinha (PRB) apresentou um requerimento solicitando informações sobre a situação e pedindo a recolocação das instalações que dão suporte ao trabalho dos profissionais. O documento foi aprovado por unanimidade entre os presentes.

 

Igor relatou que, após a retirada dos containers, os guarda-vidas ficaram sem banheiro e local para fazer as suas refeições. “Eles trabalham o dia todo no sol quente, garantindo a segurança dos banhistas, mas não têm sequer um local para guardar seus pertences, usar o banheiro ou se alimentar”, lamentou.

 

Esgoto a céu aberto

 

Já o parlamentar Nilton César Moreira, o Cesinha, denunciou o esgoto a céu aberto no bairro Novo Cavaleiros e questionou a legalidade da cobrança da taxa de esgoto, que, mesmo nesses casos, continua sendo cobrada. “Gostaria de pedir à prefeitura que fiscalize o trabalho da Odebrecht Ambiental, que é a responsável por fazer os reparos na rede e atender a população”.

 

 

Jornalista: Adriana Corrêa

 

Deixe uma resposta