Vereadores tentam evitar fim do Ensino Médio de escola em Glicério



 <span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif; font-size: 14px; text-align: justify;">Marcada para esta quarta-feira (14), a reunião está agendada para às 17h, na&nbsp;</span><span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif; font-size: 14px; text-align: justify;">Escola&nbsp;</span><span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif; font-size: 14px; text-align: justify;">Estadual Municipalizada&nbsp;</span><span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif; font-size: 14px; text-align: justify;">Raul Veiga.</span>

A Câmara Municipal de Macaé aprovou, por unanimidade, na sessão desta terça-feira (13), um requerimento para realizar uma reunião da Comissão Permanente de Educação e Cultura do Legislativo na Escola Estadual Municipalizada Raul Veiga, no distrito de Glicério. A proposição foi apresentada por Igor Sardinha (PRB), mediante informações de que o Ensino Médio no turno da noite seria extinto e os alunos transferidos para Córrego do Ouro.
 

Marcada para esta quarta-feira (14), a reunião está agendada para às 17h. “O motivo da urgência é que o ano letivo está se encerrando e, se deixássemos para depois, perderíamos a chance de ouvir os alunos, a diretoria da escola e a comunidade”, justificou Igor. Os estabelecimentos que receberiam os estudantes seriam o Colégio Municipal Pedro Adami e a Escola Técnica Municipal Natálio Salvador Antunes.
 

“O motivo do fechamento seria o pequeno número de alunos. Mas, outro dia, recebi em meu gabinete 15 estudantes de apenas uma turma, protestando contra a transferência”, disse Welberth Rezende (PPS). Segundo Guto Garcia (PMDB), ex-secretário de Educação, a proposta foi apresentada em um dossiê pela diretoria da escola à Secretaria. “Vamos até lá para ouvir a comunidade e os servidores da Educação que estão analisando o caso”, completou Guto.
 

“As pessoas da região têm o direito de estudar perto de onde moram. Precisamos garantir que esses jovens possam se formar lá e que, de preferência, encontrem trabalho também por lá”, argumentou Marcel Silvano (PT). “Se fecharmos essa escola, estaremos indo na contramão das nossas necessidades”, acrescentou Júlio César de Barros (PMDB), o Julinho do Aeroporto. Maxwell Vaz (SDD), Nilton César Moreira (PROS), o Cesinha, e Chico Machado (PDT) também discursaram contra o fechamento da unidade.

 

Jornalista: Marcello Riella Benites

Deixe uma resposta

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support