Câmara aprova requerimento para informar a população sobre a 3ª dose

Foto:Tiago Ferreira

Cesinha também falou sobre o passaporte da vacina

 Um requerimento do presidente o Legislativo, Cesinha (Pros), sobre a terceira dose da vacina contra a Covid-19 foi aprovado na sessão desta quarta-feira (8), na Câmara Municipal de Macaé. Ele quer informações sobre a vacinação na cidade, que deve começar com idosos de mais de 70 anos e pessoas imunossuprimidas que tomaram a segunda dose há pelo menos seis meses.

Após comemorar a marca de quase 70% dos macaenses vacinados, Cesinha destacou que as ações de prevenção não podem parar. Ele elogiou o passaporte da vacina, criado pelo governo do Estado, obrigando estabelecimentos comerciais, instituições e organizações (públicas e privadas) a exigirem a vacinação dos seus frequentadores. Segundo ele, o prefeito também fará algo semelhante em Macaé. “Em breve será publicado um decreto, pois a economia é importante, mas a vida vem em primeiro lugar”, antecipou.

Diversos parlamentares apoiaram o requerimento do presidente, como Reginaldo do Hospital (Podemos), que informou que a terceira dose da vacina contra a Covid-19 já começou a ser aplicada na cidade. “A informação que obtive do governo é que os residentes em instituições de longa permanência, como os asilos, já estão sendo vacinados”.

Luiz Matos (Republicanos) e Iza Vicente (Rede) demonstraram preocupação com aqueles que não querem tomar a vacina, não seguem os protocolos sanitários, não usam máscaras e ainda fazem aglomerações, colocando a vida de todos em risco. “Tem gente que não se vacinou e ainda foi parar na manifestação sem máscara. Não podemos agir dessa forma irresponsável”, advertiu o vereador que também é pastor.

Segundo Iza, ela fez uma indicação para a implantação do passaporte da vacina em Macaé, a fim de contribuir para que um maior número de pessoas se vacinem. “Só assim poderemos voltar a circular pelos espaços públicos”. Ela ainda respondeu às tentativas de descredibilizar a vacina, devido à necessidade de uma terceira dose. “Isso não quer dizer que a vacina não funcione. A prova da sua eficácia é a redução do número de óbitos e casos graves da doença nos hospitais”.

Jornalista: Adriana Corrêa

Deixe uma resposta


Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support