Câmara busca ampliar debates sobre retorno das aulas presenciais

Foto:Ivana Gravina

Iza Vicente volta a propor audiência pública sobre o tema

Na manhã desta quinta-feira (4), a Comissão Permanente de Educação e Cultura da Câmara de Macaé se reuniu para dar continuidade aos debates sobre o retorno das aulas presenciais. O tema foi o centro da sessão de ontem (3), que contou com representantes da prefeitura. Para os vereadores, é preciso dialogar com profissionais, acadêmicos e famílias dos estudantes.

Presidente da comissão, Professor Michel (Patriota) afirmou ser importante verificar quais unidades de ensino da rede pública estão preparadas para o retorno, bem como se existe o suporte tecnológico e as adaptações necessárias por conta da pandemia. “Também há o caso das escolas particulares, que correm o risco de encerrar atividades. Se nada for feito, teremos mais pessoas desempregadas, o que seria muito ruim para a cidade.”

Guto Garcia (PDT), relator, defendeu o plano elaborado pela prefeitura ainda ano passado, mas ele acredita que parte do documento pode ser revista. “Outras cidades retornaram e servem de exemplo. Já existe um cronograma que pode ser executado de forma facultativa e gradual, mas com a manutenção da bolsa alimentação para os alunos da rede municipal.”

Iza Vicente (Rede), no entanto, afirma que o Executivo precisa atualizar e dar publicidade ao plano. “Não dá para estabelecer o retorno de qualquer jeito. Nos deparamos com muitas dúvidas, tanto da parte dos pais quanto dos profissionais da educação. Sabemos que algumas escolas não apresentam condições de retorno”, ponderou. A vereadora, titular da comissão, também defendeu que a Câmara promova uma audiência pública para que a sociedade tenha voz nesta etapa.

Suplente no grupo, Thales Coutinho (Podemos) pede que a prefeitura busque, de forma legal, incluir os profissionais da educação entre as prioridades na campanha da vacina contra a Covid-19. Mais cedo, ele protocolou um requerimento com este objetivo. “Assim como disse a Iza, também acredito no diálogo com as partes envolvidas. O vírus continua presente e todos os cuidados precisam ser redobrados.”

Jornalista: Júnior Barbosa

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support