Diretor da SIT será convocado para prestar esclarecimentos na Câmara

Foto:Tiago Ferreira

Vereadores também denunciam atrasos nos benefícios dos funcionários

  Um requerimento do vereador Maxwell Vaz (SD) pediu a convocação do diretor executivo do Sistema Integrado de Transporte (SIT). A proposta foi aprovada por unanimidade dos parlamentares presentes na sessão desta quarta-feira (19), na Câmara Municipal de Macaé. Carlos Eduardo Gomes Rocha deverá prestar esclarecimentos sobre diversas reclamações relacionadas ao transporte público da cidade.

A vinda do representante da empresa ao Legislativo ainda não tem data definida, mas será anunciada previamente. A empresa é parte do grupo JCA que, além da SIT, também é proprietário da Viação 1001, Macaense, Cometa, Catarinense, Expresso do Sul, Rápido Ribeirão Preto e Barcas SA, que faz o transporte hidroviário na Baía de Guanabara.

De acordo com Maxwell, dentre os questionamentos que devem ser feitos à SIT está o motivo do não atendimento da legislação municipal que, desde 2018, proíbe o exercício da dupla função motorista-cobrador. “Isso impacta na segurança dos passageiros, no tempo de viagem e ainda desrespeita a legislação aprovada por esta Casa”, justificou.

O autor do requerimento também denunciou a realização de manobras judiciais por parte da empresa, para não cumprir algumas obrigações trabalhistas, como o pagamento do 13° salário aos funcionários, que ainda são obrigados a acumular funções.

Morosidade na emissão do Cartão Social

O vereador Julinho do Aeroporto (MDB) apoiou a proposição e acrescentou que também quer explicações sobre a falta de assistência aos cidadãos que atingem 60 anos. Segundo ele, os macaenses que completam 59 anos, 11 meses e 29 dias têm o Cartão Macaé (que dá acesso ao transporte público por R$ 1) cancelado e precisam dar entrada no Cartão Social que passam a ter direito aos 60 anos. “O problema é que a emissão desse outro cartão leva 90 dias e durante esse período o idoso é obrigado a pagar o valor integral da passagem”.

O emedebista informou já ter feito um requerimento solicitando seis meses de prazo para o cidadão solicitar o novo benefício sem ter que abrir mão do anterior. “Minha proposta é que o Cartão Social possa ser solicitado pelo cidadão que atingir 59 anos, 5 meses e 29 dias. Assim, garantiremos que não seja retirado o seu direito de acesso ao transporte público a R$ 1”.  Jornalista: Adriana Corrêa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support