Segurança pública e direito dos servidores em pauta no Legislativo



 <span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif; font-size: 14px; text-align: justify;">Dois requerimentos foram discutidos e votados nesta quarta-feira (8).</span>

A sessão ordinária desta quarta-feira (8) foi breve. Apenas dois requerimentos foram discutidos e votados, na Câmara Municipal de Macaé. O restante do tempo regulamentar foi usado pela maioria dos vereadores para falar do resultado das eleições no último final de semana.
 

Um dos requerimentos aprovados nesta data foi o de nº 483/2014, do vereador Luciano Diniz (PT). O parlamentar solicitou ao Prefeito de Macaé uma intervenção junto ao 32º Batalhão de Polícia Militar para a instalação de uma cabine policial e a intensificação da ronda nos bairros Vale Encantado e Granja dos Cavaleiros. De acordo com o autor da proposta, a localidade tem sido alvo recorrente de assaltos e, recentemente, registrou -se alguns casos de estupro.
 

O segundo requerimento aprovado foi do vereador Júlio César de Barros (PPL). Ele propôs para a Mesa Diretora a elaboração de um projeto de resolução que viabilize o pagamento do adicional por insalubridade aos servidores que trabalham no arquivo do Legislativo Municipal. O pedido justifica-se pelo fato desses funcionários manusearem materiais que, pela ação do tempo, agregam substâncias nocivas à saúde e tornam o ambiente insalubre.
 

Ambos os requerimentos foram aprovados por unanimidade entre os parlamentares presentes.
 

Jornalista: Adriana Corrêa

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support