Vereadores aprovam projetos de inclusão para pessoas com deficiência

Foto:Tiago Ferreira

Guto Garcia (foto) e Rond Macaé foram os autores das propostas

  Foi aprovado na sessão desta quarta-feira (14), na Câmara Municipal de Macaé, a obrigatoriedade da utilização de um intérprete de Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) em todos os eventos de órgãos públicos municipais. O Projeto de Lei (PL) 12/2021 é de autoria do vereador Guto Garcia (PDT) e teve 11 votos favoráveis e nenhum contrário.

Guto argumentou que esse ato tem como objetivo mudar a vida das pessoas com deficiência auditiva. “Elas serão incluídas no dia-a-dia de Macaé de forma mais ampla”. O presidente do Legislativo lembrou que no dia anterior foi lido o PL da Mesa Diretora para incluir esse mesmo serviço na Câmara. “É um passo importante para avançarmos na contratação desses profissionais”, disse Cesinha (Pros).

Amaro Luiz (PRTB) apoiou a proposta. Professor Michel (Patriota) lembrou que pessoas com outros tipos de deficiência também precisam da mesma atenção. “Que possamos incluir cada vez mais pessoas na vida pública da cidade”.

No bojo dos projetos para inclusão, ainda foi aprovado o PL 17/2021, do vereador Rond Macaé (Patriota). Ele garante aos usuários do transporte coletivo municipal com deficiência ou mobilidade reduzida o direito de desembarque entre as paradas obrigatórias (pontos de ônibus).  Jornalista: Adriana Corrêa

Libras
Acessibilidade com Libras

VLibras

O conteúdo do Portal da Câmara Municipal de Macaé pode ser traduzido para a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) através da plataforma VLibras.

Clique aqui (ou acesse diretamente no endereço - http://www.vlibras.gov.br/) e utilize a plataforma.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support